Governo irá comprar casas para desabrigados do RS que se encaixam no MCMV

O ministro da Casa Civil, Rui Costa, anunciou que as famílias que se encaixam no programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, e que tiveram seus imóveis prejudicados nas enchentes do Rio Grande do Sul terão as casas garantidas de volta pelo governo federal. Um caminho para isso identificado pela gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva é a compra assistida de imóveis usados.
“O presidente Lula está garantindo que as casas que foram perdidas na enchentes, aquelas que se encaixam dentro do perfil do Minha Casa, Minha Vida 1 e 2, no mesmo padrão de renda, 100% dessas famílias terão suas casas garantidas de volta pelo governo federal”, anunciou Rui, em evento do governo federal de anúncio de medidas de assistência da gestão relacionadas ao Rio Grande do Sul na quarta-feira, 15. O evento ocorre em São Leopoldo.
De acordo com o ministro, as pessoas que estão em abrigos já podem procurar na sua cidade um imóvel à venda. “O governo federal, através da Caixa, vai comprar a casa e entre..

Marinha alerta para ondas de até 3 metros no litoral de SP e do Rio; veja quando

A Marinha do Brasil emitiu um alerta para a possibilidade de ressaca na faixa litorânea dos Estados de São Paulo e do Rio de Janeiro, com expectativas de ondas de até três metros entre Santos e Campos dos Goytacazes. O risco está previsto entre quinta-feira, 16, e sábado, 18.
O aviso meteorológico foi emitido na terça-feira, 14, de acordo com a Marinha. Diante da condição climática, é importante evitar a prática de esportes aquáticos no mar nos próximos dias.
Conforme a Meteoblue, com exceção de sexta-feira, 17, quando os termômetros variam entre 22ºC e 31º, para os outros dias, a máxima deve passar de 26ºC. Há expectativa de chuva forte no fim de semana.
Veja a previsão para Santos nos próximos dias:
Quarta-feira: entre 19ºC e 21ºC;
Quinta-feira: entre 21ºC e 26C;
Sexta-feira: entre 22ºC e 31ºC;
Sábado: entre 21ºC e 25ºC;
Domingo: entre 21ºC e 22ºC.
O Centro de Operações Rio reforçou o alerta da Marinha. “A Marinha do Brasil emitiu um aviso de ressaca válido das 6 horas da ma..

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio estimado em R$ 2,5 milhões

As seis dezenas do concurso 2.724 da Mega-Sena serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço da Sorte, localizado na Avenida Paulista, nº 750, em São Paulo.
O sorteio terá a transmissão ao vivo pelo canal Caixa no YouTube e no Facebook das loterias Caixa. O prêmio da faixa principal está estimado em R$ 2,5 milhões.
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet.
Jogo simples, com seis números marcados, custa R$ 5.
Leia Também: Violência contra pessoas LGBTQIA+ em SP cresce 970% em oito anos

Cão abraça perna de voluntária após ser resgatado em Rio Grande do Sul

As enchentes no Rio Grande do Sul deixaram um rastro de devastação e morte, afetando milhões de pessoas em todo o estado, além de milhares de animais. Surgiram imagens emocionantes, como a do cavalo caramelo isolado em um telhado, e resgates tocantes, como o ocorrido recentemente com um cão em Canoas.
O animal comoveu uma equipe de voluntários de Santa Catarina no sábado, em um abrigo, ao abraçar a perna de uma veterinária que cuidava de vários cães resgatados naquela localidade.
A veterinária Liandra Dall’Orsoletta, coordenadora do Núcleo de Atenção aos Pequenos Animais (NAPA) de Chapecó, foi surpreendida e emocionada ao perceber o gesto do cão.
“Quando fui puxar a perna, senti que algo estava segurando. Olhei e o vi. Ele estava chorando. Coisa mais amada. Eu digo que minha cara de dó era maior que a cara dele de coitado, porque realmente partiu o coração”, contou.
O vídeo, que está disponível na galeria acima, rapidamente se tornou viral.
É importante recordar que pelo menos 147..

Idoso morre após ser atacado por pitbull que alimentava no Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, um homem de 77 anos faleceu após ser atacado por um cão da raça pitbull. O incidente ocorreu em uma propriedade onde o idoso havia começado a trabalhar apenas uma semana antes. O ocorrido foi documentado pela Polícia Civil e está sob investigação.
O incidente teve lugar na manhã de sábado, dia 11, na zona rural de Natividade. De acordo com as autoridades, Jamiro Coelho Ferreira sofreu ferimentos graves, inclusive tendo suas orelhas arrancadas durante o ataque. Ele foi socorrido por uma ambulância e levado para um posto médico municipal em Raposo. Posteriormente, foi transferido para o Hospital São José do Avaí, mas lamentavelmente veio a óbito no local. O corpo do idoso foi sepultado nesta segunda-feira, dia 13.
As autoridades esclareceram que o incidente foi registrado como um evento atípico. Segundo a polícia, não houve crime, pois o animal permaneceu dentro da propriedade.
A Polícia Civil confirmou o ocorrido e informou que já identificou os responsáveis pelo a..

São João de Cruz terá camarote especial para pessoas com deficiência

O São João de Cruz das Almas este ano está elevando o padrão de inclusão com o camarote acessível. O espaço inovador será projetado para receber pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, proporcionando-lhes uma experiência festiva sem barreiras. “O Camarote…

Prefeitura de Cruz está a todo vapor nas obras de pavimentação no bairro da Tabela

Seguindo o trabalho de melhorar a infraestrutura do município, a Prefeitura de Cruz das Almas está avançando nas obras de pavimentação e drenagem das Ruas B, D, E, I e Travessa 1°, localizadas no Loteamento São José, no bairro da…

"A gente acorda chorando": parente busca por 6 desaparecidos da mesma família no RS

A pior tragédia climática da história do Rio Grande do Sul, e que já causa impacto para cerca de 2 milhões de pessoas, impõe às vítimas a necessidade de conviverem com diferentes camadas de tristeza. Em alguns casos, a dor de perder a própria casa e reconstruir a vida aos 60 anos se mistura com a angústia de não encontrar parentes desaparecidos.
O agricultor Nilvaldino Brino, de 59 anos, sobrinho de Elírio e Erica Brino, ambos de 78 anos, passa por isso. Ele estava na granja dos tios, em uma comunidade rural de Roca Sales, pouco antes de um deslizamento de terra deixar toda a fazenda e seus parentes soterrados sob uma grande quantidade de lama.
O trágico episódio aconteceu no dia 30 de abril, por volta das 15h30. Já chovia forte na ocasião e ele tinha ido ajudar os parentes a desobstruir uma tubulação que estava entupida por conta das chuvas.
“Não deu cinco minutos. Eu cheguei em casa, guardei o trator e ai escutei um estouro. Parecia um avião caindo. Eu a minha mulher vimos a terra..

Mãe que perdeu uma das gêmeas nas enchentes: "Esse vazio será eterno"

Gabrielli Silva, 24 anos, moradora de Canoas (RS), que buscava informações sobre o paradeiro de sua filha Agnes, de apenas seis meses, confirmou neste domingo, 12, que o bebê não sobreviveu. Desde o dia 5 de maio, quando o barco que resgatou sua família virou na enchente e a pequena desapareceu, a mãe vinha procurando desesperadamente pelo bebê.
“Infelizmente, a história não teve o desfecho que eu desejava. Agora, esse vazio na foto será eterno, e a saudade e a lembrança vão permanecer”, desabafou Gabrielli em uma emocionante publicação em suas redes sociais neste Dia das Mães.
Na postagem, a mãe relembrou com carinho da filha, irmã gêmea de Ágata, a quem chamava de 'miss simpatia'. Gabrielli também compartilhou o desespero vivido desde o dia 5 de maio, quando ela e seus quatro filhos foram resgatados de casa. Infelizmente, o barco que os levava virou na enchente, e Agnes desapareceu.
“Como vou continuar caminhando sem me culpar por tudo? Sei que ninguém teve culpa, muito ..

Defesa Civil alerta para novas ‘inundações severas’ no RS

As fortes chuvas que assolam o Rio Grande do Sul podem piorar ainda mais a situação ao longo dos próximos dias nas regiões dos vales do Caí e do Taquari, no interior do Estado. Até o momento, ao menos 143 pessoas morreram. Outras 125 estão desaparecidas.
Mais de 2,1 milhões de gaúchos já foram afetados pelas chuvas, naquele que já é considerado o maior desastre climático da história do Rio Grande do Sul. Entre eles, 532 mil estão desalojados e 81 mil, recolhidos em abrigos.
Os números, apesar de expressivos, ainda são parciais. Neste domingo, 12, a Defesa Civil do Rio Grande do Sul emitiu alerta apontando que os rios Caí e Taquari, que já estão em cota de inundação, apresentarão elevação significativa de seus níveis até esta segunda-feira, 13.
Em meio a isso, o órgão alerta que ocorrerão “inundações severas”, gerando mais transtornos à população, especialmente em áreas já atingidas recentemente.
O pedido é que a população não retorne aos locais já inundados e permaneça em segurança..