Vítimas de massacre em escola no Texas estavam em uma única sala de aula

As 19 crianças e dois professores mortos em uma escola no Texas, nos EUA, estavam em uma mesma sala de aula da quarta série quando o atirador entrou disparando. O tiroteio, na terça-feira (24), se tornou o mais letal dos EUA em quase uma década, novamente trazendo à tona o debate sobre a legislação de armas no país.

O atirador, identificado como Salvador Ramos, de 18 anos, foi morto no local pelas forças policiais, que cercaram a Robb Elementary School, em Uvalde, rapidamente. Janelas foram quebradas para retirada mais rápida de crianças, funcionários e professores.

O ataque de Ramos começou ainda em casa. Antes de sair, ele atirou na avó. Depois, dirigiu até a escola, onde bateu o carro, e entrou no local com equipamento tático e um rifle. A motivação do ataque ainda é desconhecida.

O tiroteio acontece dez dias após um supremacista branco atirar em 13 pessoas em um bairro de população em sua maioria negra na cidade de Buffalo.

O presidente Joe Biden afirmou que o país deve ter um controle de armas mais rígido. "Como nação, temos que perguntar quando, em nome de Deus, vamos enfrentar o lobby das armas", disse.

Correio 24hs

Deixe uma resposta