Torcida do Everton invade gramado após permanência na 1ª divisão

O Everton se livrou do rebaixamento no Campeonato Inglês, ao derrotar o Crystal Palace, nesta quinta-feira (19), por 3 a 2, de virada, em duelo válido pela penúltima rodada da competição. O triunfo foi festejado como um título pela torcida, que invadiu o gramado mesmo antes o apito final.

Isso porque, aos 40 minutos da segunda etapa, o centroavante Calvert-Lewin desviou a bola de cabeça e mandou para as redes. Nesse momento a reação da torcida já foi de euforia e dezenas de espectadores entraram no gramado. A partida ficou alguns minutos paralisada até o retorno desses torcedores à arquibancada.

Quando os 90 minutos foram concluídos, aí sim a invasão foi em massa. O gramado do Goodison Park ficou totalmente tomado pelos 'Toffes', como são chamados os torcedores do Everton.

O brasileiro Richarlison e Calvert-Lewin, que marcaram na partida, foram os mais procurados para receberam abraços, tapas carinhosos e selfies de comemoração.

Apesar da temporada ruim, o Everton manteve um tabu impressionante ao evitar o rebaixamento. A equipe chegou a 67 anos sem ser rebaixada no Campeonato Inglês. Nesta temporada conturbada viu Carlo Ancelotti aceitar proposta do Real Madrid ir embora e Rafa Benítez, o substituto, não desempenhar um bom trabalho. Com a chegada de Frank Lampard ao comando do time, mesmo com oscilações, o Everton conseguiu se sair melhor na reta final da Premier League.

Com os três pontos, o Everton alcançou os 39 e deixou o desespero para Burnley (só empatou com o Aston Villa por 1 a 1) e Leeds, que somam 35 pontos cada. Na última rodada, domingo (22), o Leeds visita o Brentford, enquanto o Burnley recebe o Newcastle. O Everton fecha a temporada diante do Arsenal, em Londres.

O jogo

O nervosismo atrapalhou demais o time do Everton desde os primeiros momento da partida. Pouco produziu o time de Frank Lampard nos 45 minutos iniciais, que tiveram domínio dos visitantes. A cobrança de falta no travessão do brasileiro Richarlison foi o único momento de perigo dos donos da casa na primeira etapa, enquanto o Crystal Palace, com forte marcação na saída de bola do Everton, aproveitou para ficar com a bola quase 70% do tempo

Aos 21 minutos, o desespero tomou conta do torcedor do Everton, quando Mateta abriu o placar para o Crystal Palace. A desvantagem descontrolou emocionalmente todo o time do Everton e isso acabou causando um segundo gol do rival em contra-ataque. Ayew marcou. O silêncio no Goodison Park foi impressionante.

O Everton voltou melhor para a etapa final e conseguiu seu primeiro gol logo aos nove minutos, com o zagueiro Keane, que demonstrou habilidade para bater de trivela na bola.

O clima ficou completamente diferente, mas o Everton abusou das bolas alçadas na área e acabou facilitando o trabalho do setor defensivo co Crystal Palace. Mas de tanto tentar, a bola acabou sobrando para Richarlison, que bateu rápido e empatou, aos 30 minutos.

Aos 40, a virada veio da mesma forma. Bola na área, mas desta vez foi Calvert-Lewin, que meteu a cabeça na bola para concretizar uma virada sensacional. Frank Lampard foi à loucura no banco de reservas.

Correio 24hs

Deixe uma resposta