Senadores decidem por votação aberta no Senado; decisão prejudica Renan Calheiros

Por 50 votos a 2, o senadores da República empossados nesta sexta-feira (1°) em Brasília decidiram pelo voto aberto e nominal na eleição da nova mesa diretora do Senado.

A escolha, considerada uma vitória para o candidato Davi Alcolumbre (DEM), prejudica o senador Renan Calheiros (MDB). Na sessão tumultuada, os senadores Renan Calheiros e Tasso Jereissati (PSDB) bateram boca. A discussão inflamou Kátia Abreu (PDT) que foi até a mesa para tentar impedir Alcolumbre de prosseguir com a sessão.

Ela questiona o exercício do democrata como presidente interino. De acordo com o jornal Estado de S.Paulo, mesmo sendo a favor do voto aberto, o líder do PSD no Senado, Otto Alencar (BA), cobrou a saída de Alcolumbre  da Presidência. “Candidato não pode presidir sessão”, criticou o senador Humberto Costa (PT). Baiano, Angelo Coronel (PSD) pediu adiamento da eleição para segunda-feira.

Bahia Noticias

Deixe uma resposta