Rodrigo Chagas critica arbitragem no empate do Jacuipense na estreia da Série D

O Jacuipense saiu na frente, mas acabou sofrendo o gol e ficou no empate em 1 a 1 com o Sergipe, neste domingo (17), na Arena Valfredão, na estreia da Série D. O técnico Rodrigo Chagas lamentou o resultado e criticou a arbitragem que anulou o tento de Robinho aos 24 minutos do segundo tempo que daria a vitória ao Leão Grená. "Fizemos um bom jogo e merecíamos até um resultado melhor se não fosse o erro da arbitragem. Iniciamos um primeiro tempo ainda sentindo o peso da estreia na Série D. Com a equipe um pouco acanhada tivemos pouca movimentação no primeiro tempo. Saímos ganhando de 1 a 0 e tomamos o gol numa bola parada, que até então não estávamos sofrendo. No segundo tempo, fizemos uma mudança tirando Júlio e colocando Henrique, ficamos com três jogadores de velocidade na frente e de bastante mobilidade. Encurralamos o adversário no setor defensivo. Dentre todos os jogos até hoje, foi o que mais tivemos oportunidades de gols, um volume muito grande, intensidade boa. Criamos várias oportunidades e a que fizemos, na realidade, o bandeirinha marcou impedimento quando não houve impedimento. Fomos prejudicados", analisou em entrevista ao Bahia Notícias. Apesar do empate em casa, Chagas ficou satisfeito com o futebol apresentado pelo Leão do Sisal. "A equipe em si teve um ótimo comportamento dentro de campo, principalmente no segundo tempo quando encurralamos o adversário. Pena que o resultado não foi o que queríamos, que era o da vitória, que nos deixaria na primeira colocação junto com o ASA", disse. O próximo desafio do Jacuipense na Série D será contra o CSE-AL que empatou com a Juazeirense, no Adautão. A partida está marcada para sábado (23), às 16h, no Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios, interior de Alagoas, pela segunda rodada. "Agora é trabalhar, arrumar a equipe para esse próximo jogo fora, que se Deus quiser possamos ter um bom resultado", finalizou o comandante.Bahia Noticias

Deixe uma resposta