Ricardo Lima busca parceiros para viabilizar Copa Governador do Estado 2022

A Copa Governador do Estado não é realizada desde o ano de 2016 quando o Vitória da Conquista foi campeão vencendo o Jacobina na final. De lá para cá, a competição é sempre citada nos regulamentos da Série A do Baiano como detentora de uma das vagas da Bahia na Série D. Porém, o presidente reeleito da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ricardo Lima, vai tentar mudar esse cenário e promover a disputa no segundo semestre deste ano (leia aqui). O dirigente admitiu que o torneio é deficitário, mas quer mudar esse cenário unindo os clubes para buscar parceiros que possam viabilizar o certame. "Não podemos simplesmente dizer que é uma competição deficitária. Ora, muitas competições são deficitárias, mas se nós tivermos comprometimento e sabedoria em superá-la, juntos faremos com que a competição possa acontecer e assim vamos trazer parceiros com credibilidade que possam apostar no futebol baiano e principalmente na Copa Governador do Estado. Não necessariamente precisará se chamar Copa Governador do Estado", afirmou em entrevista ao Bahia Notícias. A Copa Governador do Estado teve seis edições sendo a primeira em 2011. Além de 2016, o Vitória da Conquista também ficou com o título na primeira disputa e em 2014. O Jacuipense venceu em 2012, o Bahia de Feira ficou com a taça em 2013, e o Flu de Feira levou o de 2015.Bahia Noticias

Deixe uma resposta