Realização de testes rápidos para hepatites é intensificada em Salvador

Com uma previsão de que 400 milhões de pessoas  estejam infectados pelos vírus das hepatites B e C e uma estimativa de que uma em cada 20 pessoas com hepatite saiba que tem o vírus, segundo a Organização Mundial da Saúde, testes rápidos para detectar as doenças serão ofertados gratuitamente em Salvador.

O objetivo da ação, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, é incentivar o diagnóstico precoce e quebrar a cadeia de transmissão da patologia no município.

Nas atividades, que fazem parte do Julho Amarelo, campanha que celebra o Dia Mundial de Luta contra a doença (28 de julho), 118 postos estarão mobilizados para realização de testagem rápida para diagnosticar precocemente as hepatites dos tipos B e C. Os resultados saem em 30 minutos, de segunda a sexta-feira, sempre das 08 às 17 horas.

Os pacientes com o resultado positivo, realizam novos exames confirmatórios e são encaminhados para um dos três Ambulatórios Municipais especializados na assistência integral ao portador do agravo, com atendimento médico multidisciplinar e oferta de medicamentos para o tratamento.

Além dos testes rápidos, os profissionais de saúde realizarão a sensibilização dos usuários dos serviços sobre a importância da vacinação e outras medidas de prevenção contra o agravo. “Estamos intensificando a realização dos testes rápidos para identificação precoce dos portadores do vírus, bem como, o encaminhamento imediato para o tratamento dentro da nossa rede própria. Estaremos mobilizados ainda na ampliação da cobertura da vacina para as pessoas que não estão imunizadas em nossa cidade”, explicou Flávia Guimarães, coordenadora do Programa de Controle das Hepatites Virais.

No dia 28 de julho, das 08 às 15 horas, uma grande ação promovida conjuntamente pela Prefeitura de Salvador, Sociedade Brasileira de Hepatologia, Grupo Vontade de Viver, dentre outros parceiros, ofertará exames gratuitos para detecção da doença no Farol da Barra. Somente esse ano, foram diagnosticados 160 novos casos de hepatites virais na capital baiana.

BAHIA NOTICIAS

Deixe uma resposta