Rainan Peralva trabalhou como mecânico de carro antes de escolher ser narrador: “Não gostava de nada”

Voz da TVE Bahia nas transmissões do Campeonato Baiano, Rainan Peralva foi o convidado do podcast BN na Bola, exibido nesta segunda-feira (8), um dia após narrar a finalíssima da competição que terminou com a conquista do Vitória ao empatar em 1 a 1 com o rival Bahia, na Casa de Apostas Arena Fonte Nova, pelo jogo de volta da decisão. Ele que antes de escolher a profissão de narrador, trabalhou como mecânico de carros. "Sabe aquele cara que trabalhou com algumas coisas, mas não gostava de absolutamente nada? Acho que muita gente se identifica. Já fui mecânico, porque eu fiz eletromecânica e não consegui uma emprego na parte de indústria, que era o que eu queria, porque achava que pagava mais, e acabei indo para concessionária de veículos, trabalhei na Peugeot, Chevrolet. Trocava óleo, melava minha mão de óleo e ficava: "Isso aqui não é para mim, meu Deus do Céu". Aí fui fazer o curso de engenharia, que não deu certo, não gostei, cursei dois semestres e saí. E me perguntei o que gosto de fazer? Eu gosto de futebol", disse. Apaixonado por futebol, Rainan disse que desempenhou alguns papéis no esporte. Ele foi goleiro durante a infância e admitiu gostar da função de árbitro. Suas primeiras narrações foram em jogos de videogame e também nos babas com os amigos. "Quando era adolescente já fui árbitro de futebol. Eu era goleiro até os 12 anos, mas depois desisti também. Goleiro sofre muito. Como eu era ruim de bola, né? Eu queria ser árbitro, porque achava muito legal aquela pressão de decidir, ter imponência e mandar no jogo . E gostava muito de narrar. Quando jogava videogame ficava narrando, imitando Silvio Mendes, Galvão Bueno e todo se empolgava, pedindo pra narrar. No baba também pedia, pra narrar e ficavam achando que era final de campeonato. Isso era com 16 anos. Mas com 20 para 21 anos, eu decidi que nenhum emprego servia pra mim e eu quero ser narrador de futebol. Disseram que eu era maluco, que não conhecia ninguém, mas coloquei um plano na minha cabeça", contou. Rainan Peralva também contou outras histórias e curiosidades ao longo do BN na Bola. O programa está no canal do Bahia Notícias no YouTube. Assista:Bahia Noticias

Deixe uma resposta