Puma e Red Bull acionam Neymar após festança de Réveillon

As empresas Puma e Red Bull acionaram o escritório de Neymar após o colunista Léo Dias noticiar os cinco dias de festas de fim de ano do jogador, de acordo com o próprio jornalista. 

Léo Dias divulgou em sua coluna um vídeo em que ouve-se perfeitamente o discurso do jogador em que critica a imprensa por “perseguição”: “Não chegamos a um acordo comercial para a compra deste material feito por uma pessoa que trabalhou na festa”.

A equipe de marketing de Neymar sofre para tentar “amadurecer” a imagem pública dele. Sempre cercado de amigos que não fazem nada de produtivo na vida (a não ser serem amigos dele), Neymar bem que tentou se engajar em causas sociais extremamente relevantes. Mas a síndrome de Peter Pan não sai da imagem do atleta, afirma Dias.

Deixe uma resposta