Professora do DF é presa por ensinar receitas com maconha na air fryer

Uma professora temporária da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SED-DF) foi presa em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. De acordo com a Polícia Civil do DF (PCDF), a mulher de 33 anos era monitorada há cerca de um mês.

Ela foi detida por meio da Operação Bad Cooker, deflagrada na tarde desta quinta-feira (7). A mulher começou a ser monitorada depois de ter anunciado a venda de LSD nas redes sociais.

De acordo com a coluna Na Mira, do Metrópoles, a professora também utilizava as redes para ensinar receitas culinárias com as drogas, como, por exemplo, a manteiga de maconha.

Durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa dela, no Riacho Fundo I, foram encontradas porções de maconha, LSD e MDMA e uma balança de precisão.

A autora foi autuada em flagrante e recolhida à carceragem da Divisão de Controle e Custódia de Presos (DCCP), onde permanecerá à disposição da Justiça. Caso condenada pode pegar de 5 a 15 anos de prisão.

Correio 24hs

Deixe uma resposta