Prevenção ao coronavírus: o jeito certo de higienizar os alimentos

Usar a máscara, abusar do álcool gel, lavar as mãos ao chegar em casa (e trocar de roupa)… Muitos são os cuidados que devemos ter ao fazer compras no supermercado para nos prevenir contra o novo coronavírus.

Mas você já parou para pensar no risco que os produtos e alimentos que trazemos de fora podem representar? “É importante deixar claro que o vírus da COVID-19 não penetra em alimentos. Contudo, ele pode se depositar em superfícies, como cascas e embalagens”, explica a nutricionista e gastróloga Gabriela Cilla, da Clínica NutriCilla

E aí, já viu: você chega em casa com algum ingrediente, não o higieniza corretamente e o coloca na geladeira, gerando a chamada contaminação cruzada (propagação para outros itens). E é importante lembrar também que não estamos nos referindo apenas ao perigo da COVID ao falarmos sobre a necessidade de limpar bem o que for consumido. “Há também as doenças geradas por parasitas, como a toxoplasmose e infecção por H Pylori” diz Gabriela. 

Esses vermes e bactérias entram no nosso organismo através de alimentos crus ou mal cozidos, como hortaliças e carnes. É por isso que gestantes e pessoas com problemas gástricos devem evitá-los. Mas então o que fazer com os ingredientes que chegam de fora? A especialista nos ajuda: 

  • Folhas: A primeira coisa é lavar folha por folha com água corrente. Depois, deixar de molho em uma solução com hipoclorito de sódio diluído em água (geralmente disponível nos supermercados). Caso você não tenha o líquido, pode preparar uma colher de sopa de cloro para cada litro de água. Depois de quinze minutos, já dá para retirar e passar novamente em água corrente;
  • Alimentos com casca: Vai consumir a casca? Repita o processo que fez com as folhas. Já as cascas que não vão ser consumidas devem ser retiradas e descartadas (tomando o cuidado para não contaminar o interior da fruta ou legume); 
  • Ovo: Por ter a casca muito porosa, bactérias podem entrar facilmente para dentro dele. Por isso, o recomendado é não lavar em água corrente, uma vez que a sujeira externa pode ser empurrada para a clara; 
  • Carnes e frangos: Não precisam ser lavados em água corrente antes do cozimento — o processo de cocção já mata os vírus e bactérias;
  • Embalagens: todas devem ser lavadas com água e sabão antes de irem para a geladeira; 
  • Evite: O uso de detergente em folhas, legumes e verduras. Ele é prejudicial ao estômago.  (Boa Forma)

Deixe uma resposta