Prefeitura de Cruz das Almas e UFRB criam o Comitê Mata de Cazuzinha

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente assinou nesta quinta-feira (27) a criação do Comitê Mata de Cazuzinha em conjunto com o Centro Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (CCAAB/UFRB). O comitê vai desenvolver atividades de pesquisa, preservação, recuperação, educação e uso ambiental da mata.

Reconhecida como um fragmento de Mata Atlântica, a Mata de Cazuzinha é localizada no meio do município de Cruz das Almas e é um importante registro do ecossistema, contando com espécies exclusivas da área, que foram descritas nos últimos anos. O secretário titular da pasta, Leone Ricardo, conta que o foco da Prefeitura desde o início da gestão teve o objetivo de estruturar as ações ideais para cuidar com responsabilidade do local.

“Queremos estabelecer ações duradouras e que perpassem as gestões desta secretaria ao longo dos anos. Para isso, nada melhor que fundar um comitê junto com a UFRB, que dispõe de inúmeros especialistas e, sem dúvidas, irá mudar a atual realidade desse fragmento”, explicou.

O diretor do CCAAB, Elvis Lima Vieira, acredita que é importante possibilitar essa interação da universidade com a prefeitura. “Essa aproximação é muito interessante para os alunos e professores terem mais um campo de atividades de ensino, pesquisa e extensão. Também é uma prestação de serviço à comunidade, demonstrando os aspectos benéficos da conservação e sustentabilidade de nossa fauna e flora”, destacou.

Para marcar a ocasião e em referência ao Dia Nacional da Mata Atlântica, que é comemorado neste dia 27 de maio, uma muda de ipê branco foi plantada como ato simbólico em frente ao CCAAB. “É importante salientar que a Mata Atlântica é um dos biomas com maior biodiversidade do planeta. Nós somos privilegiados em termos uma parte desse tesouro encravado no centro de nossa cidade. Precisamos conhecer, entender e preservar esse espaço”, ressaltou o secretário.

Vale lembrar que a universidade renovou o acordo de cooperação técnica com a Prefeitura e entre as ações previstas está a entrega de 10 mil mudas de espécies nativas desse bioma para a recuperação de áreas na Mata de Cazuzinha, além de variedades exóticas para a arborização de ruas e praças. Até o final deste ano, mil plantas terão sido entregues.

O Comitê é formado por oito pessoas, sendo quatro integrantes de cada instituição. Os representantes da UFRB são os biólogos Grenivel Mota da Costa e Renato de Almeida, o engenheiro florestal Josival Santos Souza e o geógrafo Gustavo Luis Schacnt. Pela SEAMA, além do secretário Leone, também fazem parte do comitê o assessor especial, Robson Pereira, a diretora do departamento de meio ambiente, Kely Patrícia Rosário, e a engenheira florestal Karolina Montenegro. FN

Deixe uma resposta