Polícia monta operação para combater crimes em bares e restaurantes

A Polícia Civil montou uma operação para intensificar a repressão aos assaltos a bares e restaurante em diversos pontos em Salvador. Os Departamentos de Inteligência Policial (DIP), de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) e de Polícia Metropolitana (Depom) vão realizar atividades alinhadas para reprimir furtos e roubos em vários estabelecimentos comerciais.

Uma série de assaltos vem acontecendo na capital baiana. Na última sexta-feira (29), três estabelecimentos que ficam na Rua Alexandre Herculano, na Pituba, foram roubados. A diretora do Depom, delegada Christhiane Inocência, esclareceu que todos os casos registrados nas delegacias das áreas estão sendo investigados. “Sobre as ocorrências desta sexta-feira, quatro Departamentos iniciaram as ações de forma intensa e direta e já estamos evoluindo. Todas as vítimas que compareceram à Delegacia foram ouvidas, imagens de câmeras de monitoramento foram coletadas e diligências foram realizadas por equipes do Depom, Draco e DCCP”, detalhou.

Nesta terça-feira (3), o bairro do Canela voltou a ser palco para ação de bandidos. Desta vez, um grupo de criminosos invadiu uma lanchonete e levou pertences dos clientes que estavam no local. Segundo a polícia, o arrastão aconteceu na rua Padre Feijó, por volta das 13h. A Polícia Militar chegou a ser acionada, mas quando os policiais chegaram, os bandidos já tinham fugido.

Ainda na tarde desta terça, as equipes trabalharam no bairro do Arenoso, onde também foram encontrados uma estufa e pés de maconha em uma casa. As equipes, com apoio de guarnições da Polícia Militar, aprofundaram investigações no local. O objetivo também foi identificar autores dos crimes contra o patrimônio. O Canil da COE e drones da unidade especializada também auxiliaram nas atividades em campo.

Ações alinhadas
Durante a reunião realizada entre os diretores do Depom, delegada Christhiane Inocência; do DIP, delegado Edenir Cerqueira; do DCCP, delegado Arthur Gallas e as respectivas equipes de coordenadores e delegados titulares, realizada na quinta-feira (28), no auditório da Polícia Civil, na Piedade, foram programadas ações padronizadas, de inteligência e compartilhamento de informações, para subsidiar investigações e as atividades em campo.

Além dos trabalhos entre os Departamentos, a Polícia Civil diz que também trabalha em cima de informações da população, fornecidas ao Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA). As pessoas podem ligar para 181 e denunciar, sem precisar se identificar.

Correio 24hs

Deixe uma resposta