Pescadores de Piatã comemoram pesca de mais de dois mil peixes

Os pescadores de Piatã começaram a segunda-feira (4) com o pé direito. Na manhã do dia, eles calcularam mais de 2 mil peixes só em uma puxada. Foi preciso mais de 50 homens para arrastar a rede do mar e o tipo de peixe que mais apareceu na fartura a espécie Caranx sp., popularmente conhecida como xáreu.

O pescador Arivaldo Santana informou que os peixes são vendidos logo nos mercados, com clientes fixos ou pelas ruas de Piatã e Itapuã. "É comum muitos peixes nessa época. Pescamos eles usando puxa de rede de calão", afirmou.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por JORNAL CORREIO | BAHIA (@correio24horas)

O biólogo Artur Sena, da empresa, Bio Bahia Consultoria Ambiental, explicou que pescar grandes quantidades desse peixe é relativamente comum, já que são espécies de grandes cartumes. "É comum, mas não é corriqueiro pegar uma quantidade dessa", ressaltou o especialista.

Segundo ele, é mais frequente pescar a espécie Caranx sp. entre os meses de outubro e abril, já que nesse período esses peixes costumam ficar mais juntos para reprodução. "O xáreu é um peixe comum em toda a costa do Brasil e faz parte da rotina de pesca. Também é comum pescar esse tipo de peixe em ambiente de mangue, na fase juvenil", afirmou.

Os peixes do tipo xáreu já adultos, como os pescados em Piatã, são encontrados em mar aberto. Na segunda (4), para obter o a grande fartura, os pescadores cercaram com a rede e atraíram os peixes com iscas de pititinga.

Correio 24hs

Deixe uma resposta