Paulo Carneiro tem contas de 2020 reprovadas no Vitória; cartola pode ficar inelegível

Presidente afastado do Vitória, Paulo Carneiro teve suas contas do exercício de 2020 reprovadas pelo Conselho Deliberativo na noite de segunda-feira (28). Ao todo, 77 conselheiros participaram da votação. Apenas um votou contra a reprovação, enquanto 75 foram a favor da rejeição, enquanto um se absteve. A recomendação do Conselho Fiscal foi pela reprovação das contas, após constatar irregularidades na gestão de Paulo Carneiro, entre elas falta de transparência na contratação de Jordy Caicedo, ausência de conciliação bancária, utilização do cartão corporativo para gastos pessoais, impostos não recolhidos, entre outras situações de má-gestão. Com a reprovação, Paulo Carneiro pode ficar por até sete anos inelegível. Paulo Carneiro foi afastado em setembro do ano passado da presidência do Vitória sob a acusação de gestão temerária (relembre aqui). O processo está em fase de conclusão. CONTAS DE 2019 REABERTAS As contas de Paulo Carneiro referentes ao exercício de 2019 serão reabertas. Elas haviam sido aprovadas pelo Conselho Deliberativo no ano retrasado com ressalvas. Porém, uma auditoria independente, feita pela empresa RSM, constatou irregularidades. Diante disso, o Conselho Fiscal recomendou por auditar. Os conselheiros aprovaram a reabertura por 56 votos, nenhum contra e uma abstenção. Pela primeira vez na história do clube, o Conselho Fiscal reabriu contas já aprovadas no Vitória. O CF é composto é presidido por Jailson Reis, enquanto Nilton Sampaio Filho é o vice-presidente. O órgão ainda conta com os seguintes membros: Rômulo Braga Ramos, Paloma Amazonas, Carlos Henrique da Silva de Carvalho, Arlindo Lopes, Henrique Ijalmar Lopes Granjeon e Vincius Jones Crysóstomo. Jailson Reis Vitória é presidente do CF | Foto: Glauber Guerra/ Bahia NotíciasBahia Noticias

Deixe uma resposta