Organização da Olimpíada diz que nada garante realização do evento em 2021

O CEO do Comitê Organizador das Olimpíadas de Tóquio, Toshiro Muto, admitiu na sexta-feira (10) que não pode garantir que o evento será realmente realizado em julho do próximo ano, data para qual foi adiado devido à pandemia do novo coronavírus.

“Eu não acredito que alguém seja capaz de dizer se será possível controlar [a pandemia] até julho do próximo ano ou não”, afirmou o CEO do Comitê Organizador. “Nós certamente não estamos em posição de dar uma resposta clara.”.

Previstos para este ano, os Jogos Olímpicos foram transferidos para começar em 23 de julho de 2021. Os organizadores do evento relutaram em anunciar o adiamento, mas cederam depois da pressão de atletas e federações de diversos países.

O CEO do Comitê Organizador diz que os trabalhos continuam e que torce para uma solução. “Tudo que podemos fazer é trabalhar duro para preparar para os Jogos Olímpicos. Nós sinceramente esperamos que até o próximo ano consigam administrar e superar o coronavírus”.

O Japão está enfrentando uma segunda onda de propagação da Covid-19, e o primeiro-ministro, Shinzo Abe, divulgou uma nota alertando sobre a emergência da situação. Ele sofreu críticas no país por minimizar a pandemia e o motivo apontado por opositores é o desejo de não alterar a data das Olimpíadas.

bahia noticias

Deixe uma resposta