Ocupação de UTIs em Salvador alcança índice inédito de 59% nesta sexta-feira

A taxa de ocupação de UTIs em Salvador chegou aos 59% nesta sexta-feira (7). O índice é o menor já registrado na capital da Bahia desde o início da pandemia do novo coronavírus.  A informação foi divulgada pela prefeitura da cidade.

Com medidas restritivas implementadas em setores da cidade desde março, Salvador está em meio à retomada de atividades. O protocolo elaborado pela gestão estadual condiciona a reabertura de setores do comércio à ocupação de leitos de Unidades de Tratamento Intensivo, altamente demandados em meio a crise sanitária da Covid-19.

Atualmente a cidade está na fase um da retomada, e na segunda-feira (10) está previsto o início da fase dois.

“Temos acompanhando os números. Até o presente momento, não estamos sentindo impacto no sistema de saúde. Isso mostra que os comerciantes estão seguindo os protocolos determinados pela Prefeitura”, destaca o secretário municipal da Saúde, Leo Prates.

A etapa 2 tinha como critérios para ser ativada a manutenção da ocupação de UTIs abaixo dos 70% por cinco dias. A meta foi alcançada nesta quinta-feira (6). Na próxima segunda poderão ser reabertos bares, restaurantes, barbearias e salões de beleza, por exemplo.

A fase três deve ser ativada após passados 15 dias na fase dois, e quando a ocupação de UTIs ficar abaixo de 60% por cinco dias. Apesar dos 59% registrados nesta sexta, não há possibilidade de “pular fases”.

BAHIA NOTICIAS  

Deixe uma resposta