Morre a jornalista Graça Campos em Salvador

O jornalismo baiano perdeu um grande nome da produção de conteúdo. A jornalista Graça Campos, 70 anos, morreu nessa segunda-feira (4), após uma parada cardiorrespiratória.

A jornalista estava internada em um hospital de Salvador e se recuperava de uma cirurgia cardíaca.

Graça teve passagens pela TV Itapoan, TV Bahia e assessoria da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA). Ela era conhecida por ter muitos contatos em diversas áreas e por conseguir inúmeros furos de reportagem.

Após se aposentar, Graça abriu um bar na Pituba, o Navona, onde também conquistou um público fiel.

Amigos e colegas jornalistas usaram as redes sociais para prestar homenagens a ela.

A jornalista Andrea Silva, da TV Bahia, prestou homenagem à ex-colega de trabalho. "Você deixa saudade, mas a gente aqui fica em paz porque tem uma certeza na sua partida que pode até virar a manchete do dia : Gracita subiu para se encontrar com a maior de todas as fontes, hoje tem pauta inédita no céu. O noticiário do plano espiritual ganha uma alma pura que deixa milhares de páginas aqui, todas escritas com verdade", escreveu.

"Uma das profissionais que me ajudaram no início de minha carreira. Me dava força e cobrava boas matérias com as informações que apurava. O riso solto era também uma característica que nos animava na redação. Vá em paz Graça!", contou a jornalista Carla Araújo.

O sepultamento de Graça acontece às 11h30 desta terça-feira (5), no cemitério do Campo Santo, na Federação.

Correio 24hs

Deixe uma resposta