Mais de 300 estabelecimentos de Salvador são interditados e 60 têm alvará cassado por descumprir medidas de combate à Covid-19.

As fiscalizações de decretos com medidas contra o coronavírus em Salvador interditaram, até a manhã desta segunda-feira (4), 336 estabelecimentos e cassou o alvará de 60. Até a manhã desta segunda-feira, o número de pacientes infectados pela Covid-19 passava de 400, com nove mortes.

Segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), ao todo, foram realizadas 5.448 vistorias, entre 18 de março até domingo (5) de abril.

No domingo, a Sedur, com apoio da Guarda Municipal e Polícia Militar, fiscalizou 286 estabelecimentos e locais de lazer em 40 bairros de Salvador. Do total, 33 foram interditados, um deles foi o campo de futebol da UFBA, onde um grupo de homens jogava futebol.

Conforme decreto da prefeitura em medida para combater o coronavírus, as quadras de esporte também estão interditadas.

Confira abaixo os números detalhados das 5.448 vistorias:

  • 524 Academias
  • 495 Instituições de ensinos (faculdades, cursos, escolas, creche)
  • 264 Templos religiosos
  • 21 Casas de eventos
  • 3 Cinemas
  • 1 Parque infantil
  • 3 Clube Social
  • 89 Shoppings/ Centros comerciais
  • 19 Call Centers
  • 28 Obras
  • 3.102 Bares e Restaurantes
  • 420 Clínicas de Estética, Salão de Beleza e Barbearia
  • 28 Supermercados
  • 174 Lojas em comércio de rua, com área superior a 200 metros quadrados
  • 7 Quadras e campos de futebol
  • 20 Barracas

G1 NOTICIAS

Deixe uma resposta