Juiz pede laudo sobre saúde da mulher que ficou com sem-teto em Planaltina, no DF

A Vara Cível de Planaltina solicitou, nesta quinta-feira (24), a apresentação da documentação que prove o atual quadro de saúde da mulher flagrada em relações sexuais com o homem em situação de rua, Givaldo Alves. Ele foi agredido pelo marido da mulher, o personal Eduardo Alves de Souza, no último dia 9 de março.

O pedido foi feito pelo juiz Eduardo da Rocha Lee, no âmbito da ação em que o marido pede a suspensão de perfis fakes do casal nas redes Sociais. O magistrado diz que os documentos sobre a saúde da mulher devem ser mostrados para justificar a nomeação de outra pessoa para representá-la no processo judicial.

O atendeu o pedido do casal para que o processo fique em segredo de Justiça, de acordo. Na decisão, Lee solicitou que sejam indicados os perfis que contenham as imagens e informações que devem ser removidas.

Fonte: Correio 24hs

Deixe uma resposta