José Aldo responde Popó e critica postura do ex-pugilista: ‘Coisa de marica’

O ex-campeão do UFC, José Aldo, e o ex-campeão mundial de boxe, Acelino 'Popó' Freitas seguem trocando farpas após o ex-pugilista propor uma luta de exibição, mas que foi recusada pelo lutador de MMA. O manauara respondeu durante entrevista ao BarbaCast, no YouTube, a uma crítica do baiano feita através do filho para o seu treinador Dedé Pederneiras. "Todo mundo me pergunta se eu vou aceitar o desafio e o cara vira e fala que estou corrido. Apenas dei uma resposta que ele está velho, não conseguiu nocautear o cara e ainda está barrigudo. Ele ainda pede para o filho dele falar com o Dedé (Pederneiras). Por que o cara não é homem de falar diretamente? Ele tem nosso contato, não somos crianças. Não sou de discutir em rede social […] Me mostraram um vídeo dele treinando com o irmão, quase erra a manopla várias vezes e ainda me chama de 'feio'. Coisa de marica", afirmou. Aldo recusou o desafio por ter contrato de exclusividade com o UFC. Diante disso, Popó chamou o lutador de MMA para comer um feijão na casa de sua mãe e depois fazer um treino de boxe na sua academia. O manauara não só aceitou o segundo desafio, como propôs uma aposta. "Ir na casa da mãe, vou amarradão, lógico! Faço sparring! Ele veio na academia, viu a gente treinando, na época ele estava muito mais inteiro e não fez sparring com ninguém. Mas beleza, vou lá e faço. Isso é a mesma coisa que eu fazer isso aqui (e pega o copo d'água e bebe), subir no ringue é a mesma coisa, mesma facilidade. Não tenho medo de tamanho, se é campeão mundial, se não é… Treino Boxe na Marinha com a rapaziada e os moleques me deixam na ponta dos cascos. Se eu for lá fazer com ele uma luvinha, 18, 20, 10, bota 8 onças, que é bem mais fácil!", disse. Aldo ainda fez uma análise da luta de Popó com Whindersson Nunes no final de janeiro deste ano. O baiano massacrou o youtuber, mas a luta, que era de exibição, terminou sem vencedor. "O Popó desde o início da luta com Whindersson ficou jogando a mão forte, rápido, pegando embaixo e não conseguiu acertar o amigo. E o cara é um youtuber também, não vive daquilo. É isso que estou te falando, que falo para os fãs, falo para todo mundo, que foi isso que aconteceu. Jamais vou desrespeitar um cara que é campeão mundial, não importa a organização, não importa onde foi, respeito como qualquer brasileiro", comentou. Popó está afastado do boxe desde 2017 e retornou ao ringue para a luta de exibição com Whindersson Nunes no dia 31 de janeiro. Durante a carreira, o baiano foi tetracampeão mundial da modalidade. Já Aldo, que dominou durante anos o cinturão dos penas, segue em atividade no UFC. Atualmente, ele compete no peso-galo (até 61kg) e vem de três vitórias consecutivas, ocupando a terceira colocação no ranking da categoria e está perto de lutar pelo cinturão.Fonte: Bahia Notícias

Deixe uma resposta