Idoso de 96 anos que sobreviveu ao Holocausto é morto em ataque russo à Ucrânia

Um homem de 96 anos que sobreviveu ao Holocausto foi morto na última sexta-feira (18) quando sua casa em Kharkiv, na Ucrânia, foi atingida por ataques russos. Durante sua vida, Boris Romanchenko esteve em quatro diferentes campos de concentração nazistas: Buchenwald, Peenemuende, Dora e Bergen-Belsen.

A morte de Boris foi anunciada nesta segunda (21) pelo instituto memorial do campo de concentração de Buchenwald, na Alemanha. “Boris Romantschenko fez uma campanha intensa pela memória dos crimes nazistas”, disse o instituto no Twitter.

De acordo com sua neta, ele morava em um prédio alto que foi atingido por um projétil. Broris Romanchenko também foi vice-presidente do Comitê Internacional Buchenwald-Dora, uma organização formada pelos sobreviventes do Holocausto.

Fonte: Correio 24hs

Deixe uma resposta