‘Hoje não’, diz Guardiola sobre chance de comandar a Seleção Brasileira

O técnico espanhol Pep Guardiola disse que não há possibilidade no momento de aceitar um possível convite da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em assumir o comando da Seleção Brasileira. Durante entrevista coletiva nesta sexta-feira (8), o treinador foi questionado sobre a informação divulgada pelo jornal Marca, da Espanha, em que ele havia sido procurado pela entidade nacional (leia aqui). "Hoje não…", declarou. O Brasil deverá ficar sem treinador após a Copa do Mundo de 2022, já que Tite avisou que não pretende seguir no cargo. O Mundial do Catar será disputado entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro. Segundo o Marca, a CBF já começou a busca por um substituto e Guardiola é o alvo número um, tendo inclusive feito reuniões com o irmão do treinador, Pere Guardiola. O comandante espanhol tem contrato com o Manchester City até o meio do ano de 2023. Ainda na coletiva, ele se declarou ao clube inglês dizendo que poderia ficar para sempre. "Estou sob contrato aqui, estou muito feliz. Estou disposto a ficar para sempre aqui. Eu renovaria o contrato por dez anos, mas agora não é o momento. Não sei onde veio", completou. Ex-jogador, Guardiola começou a carreira de treinador no Barcelona, entre 2008 e 2012, onde marcou época pelo futebol vistoso e coletivo exibido pela equipe colecionando títulos importantes, dentre eles três do Campeonato Espanhol e dois da Liga dos Campeões. Depois, ele dirigiu o alemão Bayern de Munique de 2013 a 2016, antes de ser contratado pelo City. Apesar do sucesso, ele rejeita o rótulo de melhor treinador do mundo. "Eu não me tornei treinador para ser melhor. Não sou. Muito obrigado, mas não sou. Eu gostaria de dizer que sou o melhor, mas não sou", falou. O Manchester City recebe a visita do Liverpool, no City of Manchester, no domingo (10), às 12h30 no horário de Brasília, pela 32ª rodada do Campeonato Inglês. O time é líder da tabela com 73 pontos, um ponto a mais do que os Reds, que ocupando a segunda colocação.Bahia Noticias

Deixe uma resposta