‘Haverá muitas mortes’ por coronavírus nos próximos dias, diz Trump


Opresidente Donald Trump disse aos americanos para se prepararem para um grande aumento nas mortes por coronavírus nos próximos dias, enquanto o país enfrenta o que ele chamou de as duas semanas mais difíceis da pandemia.

“Haverá muita morte”, disse Trump em uma entrevista coletiva neste sábado (4).

Ele rebateu as críticas de que o governo federal não fez o suficiente para fornecer aos estados os ventiladores que muitos pacientes com com quadros graves da Covid-19 precisam para sobreviver, dizendo que alguns governadores estão pedindo mais máquinas do que precisarão.

“O medo da escassez levou a pedidos desnecessários”, disse Trump sobre o pleito que seu governo recebeu para distribuir equipamentos do estoque estratégico nacional.

Os Estados Unidos têm o maior número mundial de casos conhecidos de COVID-19. Mais de 306 mil pessoas foram diagnosticadas no país e mais de 8.300 morreram, segundo um relatório da Reuters.

Os especialistas médicos da Casa Branca prevêem que entre 100 e 240 mil americanos podem morrer na pandemia, mesmo que as ordens de confinamento sejam cumpridas.

“Estamos chegando a um momento que será muito terrível”, disse Trump na Casa Branca. “Provavelmente nunca vimos nada parecido com esse tipo de número [de mortes]. Talvez durante a guerra, durante a Primeira Guerra Mundial, a Segunda Guerra Mundial, ou algo assim.” Bocão

Deixe uma resposta