Guto elogia comportamento do Bahia e comemora poder ofensivo em goleada

Tricolor controlou bem o jogo e praticamente não sofreu sustos contra o Londrina

O desempenho do Bahia durante a partida contra o Londrina, na noite desta terça-feira (3), deixou os tricolores felizes na Fonte Nova. O Esquadrão goleou o os paranaenses por 4×0 e conseguiu retornar à liderança da Série B.

Quem também saiu satisfeito com a partida feita pelo tricolor foi o técnico Guto Ferreira. Ao final do duelo, o treinador falou sobre o comportamento da equipe e comemorou pelo ataque ter conseguido balançar as redes. Desde o início da Série B, Guto vinha ressaltando a quantidade de chances criadas pelo Bahia e afirmava que os tentos iam sair de forma natural.

“O Bahia foi tão agressivo quanto nos outros jogos. Se você pegar a quantidade de finalizações nos outros jogos, inclusive no jogo que perdemos para o Ituano, finalizamos mais do que nesse jogo. A diferença é que o gol saiu cedo”, iniciou ele.

“Acho que quem veio ao estádio hoje veio foi premiado com quatro gols bonitos, dois de fora da área e dois dentro da área bem construídos. O Bahia vinha criando, por detalhes não conseguia finalizar ou finalizava errado. Hoje o gol cedo trouxe tranquilidade e o Bahia soube se postar dentro de campo, não dando chance ao adversário”, completou.

Além do desempenho coletivo, o comandante tricolor aproveitou para fazer elogios ao volante Rezende. De volta ao time, ele teve participação direta na construção do primeiro gol do Bahia. Além disso, o jogador deixou o meio-campo mais sólido e deu liberdade para os laterais avançarem ao ataque.

“Rezende está aqui desde o início do ano e veio em uma crescente onde ele criou um nível de importância para a equipe que todo mundo sabe. Nunca ele joga abaixo de 7. Quando ele vai mal, é [nota] 7. É um cara que tem um nível de marcação, de proteção, um posicionamento muito bom dentro de campo. Não é um cara ofensivo, a característica dele é desarmar, servir e sustentar. Isso ele faz muito bem”, analisou.

Com 13 pontos, o Bahia lidera a Série B do Brasileirão de forma isolada. Apesar do bom início, Guto prefere manter os pés no chão e diz que o mais importante é manter a regularidade para ficar sempre entre os quatro que conquistam o acesso à primeira divisão.

“O momento é muito bom, mas não podemos empolgar. Pés no chão. No momento que está em cima você fica visado e se manter lá em cima da primeira até a última rodada não é para qualquer um. Nem o Bragantino, com todo investimento, conseguiu. Espero que a gente consiga estar entre os quatro para conquistar o acesso e, quem sabe, algo a mais no final. Para mim é mais valoroso estar entre os quatro do que na liderança. Estamos conscientes de que em algum momento vamos errar, como no jogo passado. O importante é manter a média”, finalizou o treinador.

Correio 24hs

Deixe uma resposta