Geninho avalia preparação do ‘novo’ Vitória para estreia na Série C: ‘Diferente do Baiano’

Na véspera do duelo contra o Remo, o técnico Geninho fez um balanço da preparação do Vitória para a estreia da Série C do Brasileiro. Neste sábado (9), às 17h, o Leão visita o time paraense, no Baenão, na abertura da Terceirona. O comandante promete uma equipe de cara nova diferente daquela que jogou o Campeonato Baiano. “Acho que a preparação foi bem feita, houve um empenho muito grande dos atletas em assimilar uma nova maneira de jogar, uma nova metodologia de treino e eu espero que isso possa ir para dentro de campo, que a equipe possa ter um bom desempenho e principalmente que a gente possa trazer um bom resultado. Infelizmente não vamos poder contar com nossos reforços. Praticamente todos eles estão fora de combate. Só vou poder utilizar um, que é o zagueiro Rafael, que veio do Náutico. Fora isso, os outros, Lazaroni, Blanco, os dois garotos que ainda estão vinculados ao Atlético, não poderão ser utilizados. Tivemos também a lesão de Jadson, que não é uma lesão, é uma dor lombar, mas tirou de jogo. Então, estou indo com o mesmo grupo que vinha jogando, defendendo o Vitória em outras competições. Mas acredito que seja um Vitória com uma nova cara, essa é a minha esperança”, afirmou. “É um time com uma cara nova, com metodologia de trabalho nova, uma nova maneira de jogar. Acho que hoje é uma equipe mais solta, mais confiante e espero realmente seja um Vitória bastante diferente daquele que fez o Campeonato Baiano”, disse. Para Geninho, o mais importante em meio à disputa da Série C é somar pontos do que jogar bonito. Para isso, ele focou os trabalhos no que vê como deficiência do Rubro-Negro: a finalização das jogadas. “A parte que mais tem me preocupado é do meio para frente. Acho até que estamos criando bastante chances de gol. No jogo-treino criamos várias oportunidades, mas não estamos definindo. Realmente são os trabalhos e os jogos que demonstram aonde temos que focar de uma maneira mais firme nos treinamentos. Então, massificamos essa semana treinos de fundamento, de conclusão. Espero que a gente continue evoluindo, criando e que a partir de agora essas chances de gols sejam melhores aproveitadas, porque é fundamental fazer gol para ganhar o jogo”, comentou. Além da ausência dos reforços, o Leão também não poderá contar com o experiente meio-campista Jadson. O camisa 10 foi vetado da partia com dores na lombar. “Nunca vou reclamar a saída de um jogador. Sempre valorizo meu grupo. Se você tem um grupo, todos têm que estar preparados para jogar. Claro que considero Jadson um jogador acima da média, experiente, de boa bola parada, que enfia bem a bola, tem um bom passe e seria importante ele estar em campo. Mas não vou ficar chorando a saída de Jadson não. Vou torcer para aquele que vá substituí-lo o faça da melhor maneira e possa nos ajudar a buscar o resultado”, falou. O Vitória entra na Série C tendo como principal objetivo a conquista do acesso à segunda divisão do futebol brasileiro.Bahia Noticias

Deixe uma resposta