Freeland projeta novos reforços, não descarta saídas e despista sobre Jajá no Bahia

Diretor de futebol do Bahia, Freeland diz que clube segue em busca de reforços

Depois de anunciar as chegadas do goleiro César e do zagueiro Didi, e se somar três contratações para a Série B – o atacante Vitor Jacaré já havia sido contratado -, o Bahia segue em busca de mais reforços.

De acordo com o diretor de futebol do Esquadrão, Eduardo Freeland, a meta do clube é de que entre mais três ou quatro atletas desembarquem no CT Evaristo de Macedo antes do início da Série B. A estreia da equipe no torneio será no próximo dia 8, contra o Cruzeiro, na Fonte Nova.

“Nossa intenção é, até a estreia, ter mais três, quatro nomes”, garantiu Freeland.

Entre as peças que estão no radar do Bahia, uma delas é o atacante Jajá, de 20 anos, que pertence ao Athletico-PR. Freeland foi questionado sobre o interesse no jogador, mas evitou dar detalhes.

“Tenho forma de só falar de contratação com contrato assinado. Prefiro não expor. Entendo que qualquer especulação pode atrapalhar andamento”, despistou.

O dirigente também não descartou que alguns atletas deixem o elenco. Com a chegada de César, por exemplo, o Bahia passa a contar com cinco goleiros. São eles: Danilo Fernandes, Matheus Teixeira, Mateus Claus, Dênis Júnior e o próprio César.

Nos últimos dias, o atacante Oscar Ruiz deixou o Esquadrão e acertou com o Juventude. Sem espaço no tricolor, o paraguaio foi emprestado ao clube gaúcho até o fim da Série A do Brasileirão.

“A gente tem um cuidado muito grande de tratar essas questões internamente. A chegada do César, que é a pessoa, o goleiro que é, a gente entende que eleva o nível. A gente tem goleiro de muito potencial que já entregaram em momentos importantes. Vamos avaliar o contexto interno. E, entendendo que faz sentido emprestar goleiro, a gente vai seguir o caminho, mas tratando de forma interna”, analisou.

Correio 24hs

Deixe uma resposta