Fenômeno do TikTok, jovem diverte internautas imitando cenas do BBB

Surreal. Essa é a palavra que Luiza Góes, professora de Teatro recém-formada pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), atriz e porta-bandeira de apenas 24 anos, tem usado constantemente nos últimos dois meses.

Ela já é figurinha carimbada nos programas com os eliminados do BBB 22 e já apareceu duas vezes no programa Mais Você da TV Globo. Descendo o "Para Você" no TikTok, é impossível não se deparar com os vídeos em algum momento: o perfil da atriz ostenta mais de 6 milhões de curtidas.

Vestida de vermelho e com uma peruca morena para gravar um vídeo dublando a cantora sertaneja Naiara Azevedo, Luiza contou ao Estadão sobre a sua trajetória e como é ser uma viral nas redes. Ela, inclusive, gravou um vídeo exclusivo de um dos momentos que viraram meme durante o Jogo da Discórdia.

‘Eu vi meu setor se desmontar’
O gosto de Luiza Góes pelo audiovisual chegou cedo: quando tinha 12 anos, começou a produzir vlogs para o YouTube. "Eu levava meu iPod com câmera para todos os lugares que eu ia", conta.

Porém, a pequena produtora de conteúdo que estava começando a entrar na adolescência deixou que os comentários de ódio, já existentes na época, fizessem com que ela parasse de gravar e publicar vídeos.

Foi a necessidade do isolamento social com o início da pandemia do novo coronavírus o que fez Luiza relembrar o gosto pelo conteúdo na internet. "Eu vi o meu setor se desmontar. Absolutamente tudo o que eu fazia precisava ser presencial", comenta.

No Twitter, ela resolveu publicar um vídeo em que aparecia dublando a atriz Carolinie Figueiredo. E deu certo: "Não explodiu como esses do BBB, mas a galera gostou".

Dois anos depois, Luiza começou a investir nos vídeos com dublagens de momentos do BBB 22. Postou um dublando a descrença de Luana Piovani quando ficou sabendo que o ex-marido, Pedro Scooby, poderia estar no programa e, a partir daí, começou a viralizar.

O vídeo soma quase 5 milhões de visualizações no TikTok e apareceu no Mais Você. "Foi um choque total, eu passei dias sem acreditar", conta.

Mas não foi com Luana Piovani que a ficha de que algo estava acontecendo começou a cair para a professora de teatro. O vídeo com mais visualizações no perfil de Luiza é um em que ela aparece dublando um dos momentos mais icônicos de Naiara Azevedo durante o Jogo da Discórdia.

Após virar meme e somar mais de 5,5 milhões de visualizações, a atriz foi convidada a fazer um vídeo inédito para que Naiara assistisse durante uma participação no programa Fora Da Casa, apresentado por Ana Clara.

‘Não sei contar quantas vezes assisto aos vídeos’
O que mais chama a atenção nos vídeos da atriz é a postura e a fala idêntica às pessoas que ela dubla. Luiza conta que, inicialmente, não pensou neles como "comédia", mas sim como reflexos das técnicas de atuação do teatro.

Em relação ao tempo que demora para gravar, a professora diz que, se o vídeo tiver até 10 segundos, ela gasta meia hora ou quarenta minutos. Se o vídeo for de um minuto, leva uma hora até que fique satisfeita com o resultado.

"Eu não sei contar quantas vezes eu assisto aos vídeos", afirma. Ela menciona que gosta de separar o foco na fala e nos gestos do dublado para, então, começar a gravar com segurança.

‘Não passo mais de dois minutos olhando os comentários’
Com o sucesso, os haters também começaram a aparecer e Luiza teve de lidar com os ataques de ódio novamente. "Uma crítica construtiva é sempre bem-vinda, mas racismo, LGBTfobia e machismo são crimes que as pessoas podem cometer", comenta.

Para lidar com esse tipo de situação, ela estabeleceu uma regra: não passar mais de dois minutos olhando os comentários. Além disso, a atriz comenta que o que a ajuda, inclusive para acreditar ser ótima no que faz, é fazer terapia.

"Me dar o crédito é um processo complicado. Eu estou tendo que reafirmar que as coisas estão acontecendo", conta. A professora pensa que todos deveriam ter acesso à terapia e lembra que existem sites que apontam psicólogos que atendem gratuitamente. Um deles é o Mapa da Saúde Mental.

‘Eu sou fruto das minhas inspirações’
Miguel Falabella, Tatá Werneck, Dani Calabresa, Adriana Esteves, Zezé Motta e Paulo Gustavo: Luiza acredita que todos esses nomes contribuem para que ela seja a artista que é hoje. "Sou fruto das minhas inspirações", assegura.

Um dos motivos para que ela adentrasse ao mundo da arte, inclusive, foi a escola de samba, que, segundo a porta-bandeira, deveria ganhar mais visibilidade em Florianópolis, cidade onde vive. "Eu sou quem eu sou porque eu tenho a escola de samba atrelada a mim", conta.

Para ela, a arte é essencial para o convívio e o bem-estar emocional e físico da sociedade. Apesar de não se considerar comediante, Luiza acredita que a comédia é um dos gêneros mais nobres do mundo, pois é aquele que consegue fazer as pessoas sorrirem.

Fonte: Correio 24hs

Deixe uma resposta