‘Estou muito bem e ansioso para jogar’, avisa Santiago Tréllez

Chegou a hora. Esperança de gols da torcida do Vitória, Santiago Tréllez avisou: "Eu estou muito bem, preparado, lógico que falta ritmo de jogo, mas estou ansioso para jogar". Depois de pouco mais de um mês treinando na Toca do Leão, o ídolo vai reestrear com a camisa rubro-negra. O colombiano é uma das atrações do jogo contra o Glória, quarta-feira (23), às 21h30, no Barradão, pela segunda rodada da Copa do Brasil.

"Estou com vontade de entrar em campo e retribuir toda a alegria que eu senti da torcida quando cheguei de volta para o clube, das pessoas de dentro do clube também. Aqui eu posso falar que é minha casa. Estou feliz e confiante que esse ano vai ser bom para o clube e que a gente vai conseguir colocar o Vitória onde merece estar", vibrou o atacante.

Na primeira passagem dele pela Toca, em 2017, o Vitória disputava a Série A do Brasileiro. Naquele campeonato, ele fez 23 partidas, todas como titular, e marcou 10 gols. O bom desempenho individual de Tréllez foi fundamental para o time escapar do rebaixamento. Naquele ano, o clube terminou o torneio nacional em 16° lugar e se manteve na elite. Agora, ele tem a missão de ajudar o rubro-negro a conquistar o acesso à Série B. Antes irá focar as atenções na Copa do Brasil.

"A gente tem que continuar trabalhando forte. Todos nós dentro do grupo sabemos que temos que nos doar mais, dar muito mais de cada um para tirar o time da situação que está. Agora temos uma boa oportunidade que é a Copa do Brasil. Sabemos que temos que encarar o jogo com a maior seriedade, porque é muito importante para o ano do clube e também para o orçamento do clube do ano. E depois já vamos começar a pensar na Série C", projetou Tréllez.

Se passar pelo Glória, o Vitória receberá R$ 1,9 milhão de premiação da CBF. O duelo acontecerá em jogo único. Quem vencer, avança. Em caso de empate haverá disputa de pênaltis. "Tô ansioso faz tempo para jogar e uma estreia pelo Vitória é importante. Estou muito feliz por esse jogo da Copa do Brasil e muito bem preparado pra ajudar meu grupo e meus colegas", afirmou Santiago Tréllez, que ficou de fora do Campeonato Baiano porque não estava inscrito no torneio.

"Quando eu cheguei, queria estrear três ou quatro dias depois, mas sabia que tinha que treinar, me adaptar. Eu vinha há muito tempo treinando sozinho, mas não é o mesmo que em grupo", contou o atacante, que entrou em campo pela última vez em 6 de dezembro pelo Sport.

A partida contra o Glória também marcará a reestreia de Geninho no comando do Vitória. O técnico está na quinta passagem pelo clube. Ele reassumiu o time na última sexta-feira (18). Tréllez contou que ainda não conversou em particular com o novo treinador e desconversou quando questionado se será titular diante do Glória.

"Ele falou com todo o grupo. Ele chegou só faz três dias no clube, ainda não conversou em particular, mas ele vai falando com todos. Tem falado bastante com o grupo o que ele quer, o que vai pedir pra cada atleta em cada posição. A gente vai conhecendo ele e vendo o que ele vai querer de nós", disse o atacante.

A última vez que o Vitória entrou em campo marcou a eliminação precoce do time na fase classificatória do Campeonato Baiano. Apesar disso, o time venceu o Bahia de Feira por 2×1 com gols de Alisson Cassiano e Eduardo. Os tentos tiveram assistência de Dinei, que foi titular e principal referência na área. Tréllez vislumbra a possibilidade dos dois atuarem juntos.

"Acho que sim. Antes, quando comecei a treinar, quando ele (Dinei) também ainda não estava liberado, já no treinamento jogamos várias vezes bem, a gente se entende bem. Acho que com qualquer atacante. Com o (Guilherme) Queiroz também já treinei, com todos na frente, Roberto, temos um bom entendimento. Daí passa mais pela opção do treinador escolher quem ele prefere jogar", encerrou.

Fonte: Correio 24hs

Deixe uma resposta