Em campo encharcado, Vitória perde para o Remo na estreia da Série C

Paulinho Curuá e Eduardo disputam a bola durante estreia de Remo e Vitória na Série C do Brasileiro

Nada de jogadores, embates ou dribles. O que mais chamou a atenção no começo do jogo que marcou a estreia de Vitória e Remo na Série C do Brasileiro foi o estado do gramado do Baenão. Castigado pela forte chuva que caía em Belém, o campo estava tão encharcado que não permitia aos times jogar futebol de verdade. Com a bola parando o tempo todo nas poças de água, em especial no primeiro tempo, o Leão teve muita dificuldade para trocar passes e se encontrar na partida.

Com a trégua da chuva na etapa final, o Vitória seguiu sem exibir futebol vistoso, mas reagiu e conseguiu algumas investidas contra a meta adversária, principalmente no final do jogo, quando Alisson Santos botou a bola na rede. Antes, Leonan e Brenner já tinham anotado para o Remo e determinado o triunfo por 2×1 para os donos da casa na noite deste sábado (9).

O Vitória volta a campo pela Série C do Brasileiro no sábado (16), às 20h30, contra o Floresta, no Barradão. Já o Remo visita o Manaus, no mesmo dia, às 19h.

O jogo

A primeira finalização do jogo foi dos donos da casa. Marciel aproveitou cobrança de escanteio de Bruno Alves e cabeceou para fora. Marlon também optou por mandar a bola pelo alto. Ele levantou na área, viu Brenner raspar e a redonda passar pela frente da meta rubro-negra. O Remo estava amadurecendo o gol da forma que dava, diante de um gramado encharcado, e ele não demorou a ser comemorado. Aos 10 minutos, Leonan chutou forte de fora da área e acertou o canto: 1×0 no Baenão.

Sem conseguir fazer a bola rolar fácil por conta da má condição do campo, o Vitória teve bastante dificuldade de chegar na área adversária e não deu trabalho ao goleiro Vinícius. Em uma das poucas tentativas, Mateus Moraes lançou na área, a defesa rival afastou e Alemão pegou a sobra, mas chutou para fora. Antes do intervalo, Brenner ainda tentou ampliar, mas Lucas Arcanjo defendeu.

A reação do Vitória aconteceu nos 15 minutos finais do jogo. Luidy aproveitou escorregada de Ricardo próximo à área, chutou e exigiu boa defesa do goleiro Vinícius. No lance seguinte, Ewerton Páscoa fez o mesmo, mas o arqueiro soltou a redonda. Eduardo pegou a sobra e bateu de longe. Melhor para o arqueiro da equipe paraense mais uma vez.

O Remo conseguiu ampliar aos 41 minutos, de pênalti, após Iury dar um carrinho em Netto dentro da área. Brenner cobrou e comemorou: 2×0. O Vitória conseguiu diminuir aos 43 minutos, com Alisson Santos. João Pedro chutou e a bola sobrou para o atacante que, sem marcação, chutou de primeira para o fundo da rede. Foi o primeiro gol como jogador profissional do prata da casa. Comemorou o tento, mas não o resultado na estreia da Série C do Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

Remo 2×1 Vitória – 1ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro

Remo: Vinícius; R. Luz (Rony), Daniel Felipe, Marlon e Leonan; A. Uchôa, Curuá e Marciel (Netto); Bruno Alves (Fernadinho), R. Pimpão (Gedoz) e Brenner. Técnico: Bonamigo.

Vitória: Lucas Arcanjo, Rafael Ribeiro, Ewerton Páscoa e Mateus Moraes; Alemão, João Pedro, Alan Santos (Alan Pedro), Eduardo e Salomão (Luidy); Roberto (Alisson Santos) e Tréllez (Dinei). Técnico: Geninho.

Estádio: Baenão
Gol: Leonan, aos 10 minutos do 1º tempo; Brenner, aos 41, e Alisson Santos, aos 43, do 2º tempo
Cartão amarelo: Eduardo, Salomão, Daniel, Alemão, Fernandinho e Iury
Arbitragem: Yuri Elino Ferreira da Cruz, auxiliado por Daniel de Oliveira Alves Pereira e Gustavo Mota Correia (Trio do RJ).

Correio 24hs

Deixe uma resposta