Djalma Abreu revela que gramado do Barradão precisou passar por ‘intervenção severa’

O diretor de patrimônio do Vitória, Djalma Abreu, revelou que o gramado do Barradão passou por uma intervenção severa em razão da proliferação de ervas daninhas no campo. "Tivemos que fazer uma intervenção severa no estádio. Uma série de ervas daninhas tiveram de ser combatidas com defensivos. Por isso ficou feio. Todos os gramados, tanto do Barradão, como os do CT, foram reformados e hoje estão em perfeito estado", disse o dirigente, em entrevista ao programa BN Na Bola, da Rádio Salvador FM 92,3. Além disso, Djalma Abreu revelou que foi necessário fazer uma renegociação com a Greenleaf Gramados, já que existia um débito de oito meses com a empresa. "Encontramos o clube em uma situação muito difícil. A empresa que cuida do gramado estava há oito meses sem receber pagamento, por isso os campos estavam uma lástima. Tivemos que fazer uma renegociação", destacou. Por fim, Djalma Abreu prometeu divulgar um relatório no fim do ano com tudo o que foi feito no clube. "Estamos preparando inclusive pela primeira vez no Vitória vai sair um relatório do que saiu não só no patrimônio, mas na área administrativa, de futebol, e o torcedor vai tomar conhecimento de tudo o que está sendo feito. Um relatório bastante amplo para o torcedor tomar conhecimento de tudo o que foi feito nessa administração". Djalma Abreu | Foto: Glauber Guerra/ Bahia NotíciasBahia Noticias

Deixe uma resposta