Contratado com alarde para ser camisa 10, Cristian Bell vira fiasco no Botafogo-BA

O influenciador digital Cristian Bell foi anunciado em fevereiro deste ano pelo Botafogo-BA, para a disputa da Série B do Campeonato Baiano, com toda a pompa das grandes contratações do futebol (relembre aqui). Divulgações nas redes sociais, apresentação na sala de imprensa e até uma série foram feitas para a chegada do novo atacante que vestiria a camisa 10 do Índio Tupi. No entanto, a Segundona estadual realizará sua quinta rodada neste domingo (12) e, até o momento, o astro das plataformas digitais não apareceu em nenhuma lista de relacionados dos quatro compromissos da equipe. Antes da competição começar, Cristian Bell apareceu em algumas fotos e vídeos no Instagram oficial do clube até meados do último mês de abril. Segundo o ex-técnico do Índio Tupi, Sérgio Araújo, que deixou o comando do time na última terça-feira (7) (lembre aqui), o influenciador digital simplesmente sumiu dos treinamentos. "Cristian Bell foi uma das parcerias que não deram certo. Cristian Bell começou a fazer parte do grupo, era uma situação que existia todo um marketing em cima, existia esse planejamento de relacioná-lo, mas simplesmente ele sumiu e não apareceu mais para treinar e nem estabelecer uma relação de parceria com o clube e ficou inviável a gente ter uma certa condição de colocá-lo numa relação de jogo ou até no jogo", revelou em entrevista ao Bahia Notícias. Foto: Ronald Santana / Botafogo-BA Segundo Sérgio Araújo, o presidente Peron Farias fechou parcerias para financiar a participação do Botafogo-BA na Série B estadual. No entanto, os acordos não chegaram a ser formalizados e alguns investidores acabaram desistindo do projeto, incluindo o influenciador digital. "Os parceiros que num primeiro momento Peron buscou e acreditou que daria certo, se afastaram. Não sei por que, o pessoal se afastou e deixou ele sozinho no meio do processo. Ele não é um cara rico, que tenha condição de bancar o clube, e sem recursos está tendo dificuldades", falou. "Simplesmente Cristian Bell recuou e deixou o clube. Não digo que deixou o clube na mão, porque ele não tinha nenhum acerto contratual, mas frustrou aquela condição de você ter um cara que poderia contribuir e ajudar. Não é nenhuma obrigação dele, a gente sabe disso. Ele tem outros afazeres. Mas se criou uma expectativa positiva", continuou. Foto: Ronald Santana / Botafogo-BA OUTROS AFAZERES A contratação de Cristian Bell não foi somente teatral. Ele chegou a ser registrado no Boletim Informativo Diário da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). "Ele está como jogador do clube, mas não comparece aos treinos. Ele sumiu praticamente", comentou Sérgio Araújo. "Ele tem uma outra atividade. Não estou querendo defender Cristian Bell, mas acho que para ele é uma situação complicada ter que abdicar das coisas que ele tem, dos afazeres, projetos para se dedicar única e exclusivamente ao futebol, porque também não é o ganha-pão dele, não tira recursos de lá. Ele tira de outros meios", completou. Foto: Ronald Santana / Botafogo-BA Sérgio Araújo foi contratado pelo Botafogo-BA antes do início da Série B estadual e participou da montagem e preparação do time. "Na realidade, quando surgiu essa possibilidade [de contratar Cristian Bell], eu tinha quase certeza que isso iria acontecer. Porque ele viaja muito para fazer filmagens e eventos. E o futebol requer um tempo maior. O tempo que ele tinha para o futebol era muito restrito. Ou ele tem a carreira dele ou joga futebol", pontuou. "A gente que trabalha com futebol é 24 horas. Não tem sossego, não tem folga, não tem espaço. Você está em casa à noite e o cara te liga para falar de futebol. De manhã cedo que eu desço para ir para a academia e o cara me encontra na rua para falar de futebol. No caso dele, que tem outras atividades e projetos, isso fica inviável. Ele pode até fazer um evento esporadicamente, mas você estabelecer que Cristian Bell vai ser um atleta profissional de futebol é muito complexo e difícil de acontecer", finalizou. Foto: Reprodução / Instagram A reportagem do BN tentou contato com o presidente Peron Farias e com Cristian Bell, através da sua assessoria de imprensa, mas não obteve retornos até o fechamento desta matéria. Vice-campeão da Série B de 2021, o Botafogo-BA tem dois pontos conquistados e ocupa a 11ª colocação na tabela de classificação da edição deste ano. No momento, a campanha supera apenas a do lanterna Feirense, que ainda não pontuou. No domingo, o time entra em campo a partir das 15h, em Pituaçu, contra o Jequié.Bahia Noticias

Deixe uma resposta