Concerto da OSBA no TCA recebe como convidados especiais; veja programação

A série Jorge Amado é a principal série da Orquestra Sinfônica da Bahia. Realizada na Sala Principal do TCA, a série se diferencia por trazer para a Bahia grandes nomes e obras nacionais e internacionais, colocando a OSBA no cenário principal da música de concerto do país, além de proporcionar um intercâmbio cultural-artístico para músicos e maestros.

Em 2022, a Série Jorge Amado contou com o Concerto de Abertura, em março, e o Concerto de Páscoa (Série Jorge Amado I), em abril. A edição deste mês acontece já na próxima quinta-feira (26), às 20h.

No programa da noite estarão presentes as obras “Sinfonia Nº 3 em Fá Maior, Op.90”, do compositor austríaco Johannes Brahms (1833 – 1897) e “Momoprecoce: Fantasia para Piano e Orquestra, A240”, do fluminense Heitor Villa-Lobos (1887 – 1959).

Os ingressos para o concerto estão à venda na bilheteria do Teatro Castro Alves e na plataforma on-line Sympla, com valores entre R$5,00 (meia, da fileira Z6 à fileira Z11) e R$40,00 (inteira, da fileira A à fileira P).

O pianista catarinense Pablo Rossi e o maestro fluminense Anderson Alves são os convidados da terceira edição da Série. A participação de Rossi, 33 anos, marca seu retorno após 11 anos para uma apresentação com a OSBA. Anteriormente, Rossi participou do tradicional Concerto de Natal da Orquestra Sinfônica da Bahia, em 2011.

Vencedor do 1º Concurso Nacional Nelson Freire para Novos Talentos Brasileiros, em 2003, Pablo Rossi é considerado pela crítica especializada um dos mais importantes nomes da nova geração de pianistas brasileiros e vem construindo uma sólida carreira em palcos nacionais e internacionais.

Com participações em concertos por todo Brasil e em diversos países como China, Estados Unidos, Itália, México, Geórgia, entre outros, Rossi lançou em 2021, ao lado do violinista Emmanuele Baldini, o disco “Villa-Lobos: Complete Violin Sonatas", que foi muito bem recebido pela crítica internacional, ganhando cinco estrelas na avaliação da revista britânica BBC Music Magazine.

Já a regência do concerto ficará sob responsabilidade do maestro fluminense Anderson Alves, 35 anos. Regente na Orquestra Sinfônica de Barra Mansa, Alves fará neste concerto com a OSBA sua primeira apresentação na Bahia.

Em seu currículo, o maestro Anderson Alves conta com a regência de importantes conjuntos sinfônicos no Brasil e no exterior, dentre eles a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, a Orquestra da Costa Atlântica (Portugal), a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, e a Orquestra Sinfônica Nacional da Universidade Federal Fluminense, na qual tem atuado como regente convidado regularmente desde 2014.

Correio 24hs

Deixe uma resposta