Comissão é criada para discutir mudança do circuito do Carnaval para orla da Boca do Rio

Em reunião ordinária realizada pelo Conselho do Carnaval (Concar), nesta quarta-feira (15), foi decido a criação de uma comissão técnica para avaliar a possibilidade da mudança do circuito Barra-Ondina para a orla da Boca do Rio.

De acordo com Joaquim Nery, presidente do Concar, cerca 22 conselheiros, representantes dos mais diversos segmentos ligados ao carnaval, além de representantes de órgãos públicos, estiveram presentes na reunião.

"O objetivo da reunião foi abrir essa discussão para que fossem levantadas todas as vantagens e desvantagens dessa mudança. O que se tomou de decisão foi criar uma comissão para montar um projeto arquitetônico do que viria a ser esse circuito da orla (da Boca do Rio)", declarou.

Leia mais: Que circuito novo é esse? Entenda a polêmica em torno da mudança na rota do Carnaval

Ainda segundo o presidente do conselho, a previsão é de que este projeto esteja pronto até a primeira semana de julho para apresentar à Prefeitura de Salvador.

Ele conta ainda que houve consenso no grupo sobre os aspectos positivos desta mudança. "O que existe de pensamentos divergentes ainda é se essa mudança deveria ser feita agora para o Carnaval de 2023 ou para o de 2024", acrescentou.

Os definições de data e trajeto só serão apresentadas após a conclusão da fase de planejamento.

'Possibilidade concreta'

O prefeito Bruno Reis (União Brasil) comentou, na manhã da última sexta-feira (10), a polêmica sobre possíveis mudanças no Carnaval de Salvador, mais precisamente no circuito da Barra-Ondina. De acordo com o prefeito, há uma discussão em curso sobre a transferência das atrações para outra área da orla da capital, no entanto, a prefeitura só irá analisar quando receber o projeto. Antes de ser submetido à gestão municipal, o documento, que será elaborado pelos empresários do setor, será submetido ao Conselho Municipal do Carnaval (Comcar).

O prefeito explicou que a prefeitura irá iniciar uma obra no trecho de orla entre Pituaçu e Piatã, fazendo surgir um espaço semelhante ao da Barra. O trânsito da região, que atualmente acontece à beira mar, será transferido para o outro lado, margeando o Parque Metropolitano de Pituaçu, com vias nos dois sentidos. A obra irá criar na região um grande calçadão. Segundo o prefeito, e este o espaço sinalizado para substituir o circuito da Barra.

“O grande trecho de orla será o grande calçadão. Tomando conhecimento disso, o trade do Carnaval, em conversa com o Comcar, ficaram de elaborar um projeto. O Comcar aprovando, vão submeter à prefeitura, e aí nós vamos avaliar. Não há nenhuma decisão. O projeto ainda não foi apresentado. A prefeitura não tem nenhuma decisão sobre o assunto. Não estamos analisando, mas é uma possibilidade concreta e real”, destacou em coletiva.

De acordo com a nova proposta, os trios e camarotes da festa oficial seriam transferidos para a nova região, enquanto na barra permaneceriam as fanfarras e projeto como o Fuzuê e Furdunço.

“Aí os benefícios são inúmeros, mas ao tomar essa decisão, e se ela for tomada, nós vamos justificar o porquê”, concluiu o prefeito.

Correio 24hs

Deixe uma resposta