Com mais de 300 participantes, Paralimpíadas Escolares começam na próxima terça

As Paralimpíadas Escolares 2022 começam na próxima terça-feira (9), em Brasília, com sua primeira fase regional. O novo formato do evento levará a maior competição do mundo para atletas com deficiência em idade escolar para a região Centro-Oeste e Nordeste do país. Nesta primeira etapa, ao todo, estão inscritos 308 atletas de atletismo, bocha e natação. A cerimônia de abertura será realizada na terça, 9, às 19h, no Ginásio do Exército. Na quarta, 10, começam as disputas que classificarão os três melhores para a etapa nacional, em novembro. As provas de atletismo e bocha acontecerão Centro Integrado de Educação Física (CIEF), e de natação, serão na Associação dos Servidores da Polícia Federal no Distrito Federal (DIREF). "É muito importante que o CPB viaje pelo Brasil para que todos saibam que existe o paradesporto. Hoje, ainda é uma surpresa em algumas famílias que pessoas com deficiência praticam esporte, que o seu filho pode praticar", explicou Ramon Pereira, diretor de desenvolvimento esportivo. As unidades da federação que participarão desta regional das Escolares em Brasília são Amazonas, Acre, Amapá, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Rondônia, Roraima e Tocantins. Para as regionais, foram selecionadas as modalidades que possuem um grande número de inscritos na fase nacional. O intuito da diretoria de Desenvolvimento Esportivo do CPB, responsável pela organização do evento, é ter os melhores atletas de cada região do país nas disputas em novembro. "Além de termos mais alunos participando das Paralimpíadas Escolares nas três modalidades que terão regional, é ter os melhores atletas de cada região do país nas disputas em novembro, que vão acontecer no CT Paralímpico, em São Paulo. Todos os participantes, tanto das estaduais quanto das regionais, passam por classificação funcional e isso já direciona o atleta", completou Ramon. As Paralimpíadas Escolares são idealizadas e organizadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) desde 2009 e é o maior evento mundial para crianças com deficiência em idade escolar. No ano passado, a competição contou com mais de 900 atletas, de 25 unidades da federação.Bahia Noticias

Deixe uma resposta