Brothers falam de estratégias, ranços e fazem plantão no Big Fone

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A madrugada pré-Paredão foi marcada por muita conversa, com direito a análises de jogo, estratégias e até declarações de ranço no Big Brother Brasil 22 (Globo). O Big Fone também apareceu, mas apenas na expectativa dos brothers, que fizeram plantão.

Lina, Eliezer e Gustavo ficaram no jardim durante parte da noite para garantir que atenderiam o telefone, o que acabou não acontecendo. "Preciso arriscar alguma coisa aqui dentro, já que eu não estou conseguindo ganhar as provas", desabafou Lina.

Nesta semana, como já foi anunciado, o Paredão será formado por Gustavo, já emparedado pela dinâmica da última quinta-feira (17); pela escolha do líder, Arthur; pelo mais votado pela casa; e pelo contragolpe do indicado pelo líder.

Sem saber da dinâmica ainda, os brothers se concentraram nas estratégias. Douglas já parece conformado com a possibilidade de ir para a berlinda, assim como Laís, que deve ser indicada por Arthur. Já Gustavo declarou seu desejo de mandar Eliezer.

"Não é possível que esse cara não vai de novo", comentou o brother antes de declarar que em um possível contragolpe, no entanto, indicaria Eslô. Ainda em conversa com Laís, ele avaliou que, caso o casal vá para a berlinda, a terceira pessoa pode ser a eliminada.

Ainda nas conversas de jogo, Jessi voltou a afirmar que gostaria de votar em Eliezer, enquanto Laís criticou a postura de Lucas, sempre transitando entre os grupos da casa. "Não estou gostando desse negócio dele pra lá e pra cá", afirmou a médica.

E por falar em Lucas, o Anjo da semana avaliou seu jogo em conversa com Eslô e concluiu que não se sente sozinho na casa, mas que joga, sim, sozinho. "Eu quero evitar que pessoas que eu gosto recebam algum Monstro, e poder levar para o VIP, dar algum tipo de benefício. Mas, no jogo, eu estou sozinho, fazendo minha trajetória".

Fonte: Notícias ao Minuto

Deixe uma resposta