Aliada de Bolsonaro, Bia Kicis irá comandar a Comissão de Justiça da Câmara

A deputada Bia Kicis (PSL-DF) foi escolhida para presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante da Câmara por conta das suas atribuições. É a CCJ que analisa a legalidade de projetos de lei e de propostas de emenda à Constituição além de ter a autoridade para barrar o andamento de cassações de parlamentares e processos de impeachment.

A nomeação de Kicis, aliada forte do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido), é vista como mais uma vitória para o Planalto após a eleição de Arthur Lira (PP-AL) para a Câmara dos Deputados e de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para o comando do Senado. Com os três nos cargos, é pouco provável que qualquer um dos pedidos de impeachment existentes contra Bolsonaro seja desengavetado;

A escolha de Kicis, que substitui o deputado Felipe Francischini (PSL-PR), é parte de um acordo com o presidente do PSL, Luciano Bivar, após a nomeação do mesmo para a primeira secretaria da Mesa Diretora.

Em uma rede social, a deputada comemorou a nomeação. “É uma grande honra para mim e muita responsabilidade, para a qual meus 24 anos como procuradora, um ano como primeira vice-presidente da CCJ e meu amor pelo Brasil me habilitam, com fé em Deus!”, escreveu. A Tarde

Deixe uma resposta