ACM Neto prorrogará por mais 15 dias suspensão de aulas em escolas e faculdades

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), informou nesta sexta-feira (1º) que prorrogará por mais 15 dias a suspensão de aulas na rede municipal de ensino e nas escolas e faculdades privadas da capital. A medida, estabelecida em um dos decretos sobre medidas de isolamento social que vencerão na segunda (4), será estendida diante do possível agravamento da crise do novo coronavírus nas próximas semanas.

O novo prazo foi anunciado pelo prefeito durante entrevista ao jornal Bahia Meio Dia, da TV Bahia. Segundo ACM Neto, a decisão foi tomada em uma reunião na quinta (30) com representantes de instituições das instituições privadas.

“Antecipei para toda a comunidade escolar que vai valer, assim como também vai valer para a rede municipal de educação, a prorrogação por pelo menos mais 15 dias da suspensão das aulas. É impossível nesse momento, com o número de casos de coronavírus, com a pressão no sistema de saúde com novos internamentos, é impossível, infelizmente, a gente pensar num retorno das atividades educacionais nesse momento”, declarou.

De acordo com o prefeito, apesar do atraso esperado, o calendário letivo deste ano não será perdido.

“É importante a gente tranquilizar as famílias de que a prefeitura, em conjunto com as escolas, vai decidir um calendário de reposição, ou seja, não vamos perder o ano letivo de 2020”, disse o chefe do Executivo soteropolitano.

Retorno gradual

ACM Neto diz que, por ora, não há um prazo para a retomada das aulas, o que será definido por meio de um plano estratégico.

“Estamos desenhando protocolos para cada uma das atividades que foram suspensas. Vai existir um protocolo geral, que vai valer para a cidade toda, e protocolos específicos. No caso da educação, nós vamos ter regras claras e específicas para o retorno das aulas.

“Estamos discutido como vai ser, porém sem marcar data. Todos os cuidados serão tomados. O retorno será gradual, progressivo, porém lento”, disse o prefeito. (Bahia.Ba)

Deixe uma resposta