Deputados do PSL pagam advogados com recursos da Câmara

A Câmara dos Deputados pagou serviços de advogacia para a bancada do PSL, de acordo com reportagem do Estadão. As empresas prestam serviço aos parlamentares, mas também cuidam de causas particulares dos clientes.

Na área de consultoria, o PSL foi o partido que mais gastou com advogados em 2019. Os parlamentares emitiram 73 notas fiscais em nome de escritórios de advocacia, que totalizaram uma despesa de R$ 768,1 mil aos cofres públicos.

Do total, mais da metade (R$ 423,8 mil) foi gasta em escritórios que já possuem vínculos com os deputados, conforme processos levantados pela reportagem em tribunais. 

Os deputados da sigla foram eleitos com um discurso de renovação na política e moralidade nos gastos públicos. A cota parlamentar mensal varia de 39.503,61 a R$ 44.632,46, a depender do estado dos parlamentares.

(Metro1)


Deixe uma resposta