Itabuna: Juiz ordena reabertura de maternidade

Uma decisão da Comarca de Itabuna, no sul baiano, ordenou nesta quinta-feira (10) a reabertura da Maternidade Mãe Pobre. A unidade de saúde estava fechada desde o sábado (5), quando a administradora da maternidade [Fundação Fernando Gomes] alegou falta de pagamento da prefeitura.

A decisão desta quinta foi tomada pelo juiz Ulysses Mainard Salgado. O imbróglio entre a prefeitura e a Fundação Fernando Gomes se deve a divergências entre o valor cobrado pela fundação e o oferecido pela prefeitura.  A fundação pede R$ 541,3 mil, valor ainda não autorizado pela Justiça

Em caso de desobediência, a prefeitura terá de pagar multa diária de R$ 2 mil [limitada a R$ 80 mil]. A unidade de saúde oferece atendimentos em obstetrícia, pediatria e laboratorial. Segundo o site Políticos do Sul da Bahia, na última segunda-feira (7) um carro ficou atravessado na porta da maternidade para impedir o tráfego de ambulâncias. 

Deixe uma resposta