Ilhéus: Preso na Operação Xavier, ex-presidente da Câmara é solto

O ex-presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus Tarcísio Paixão teve a liberdade concedida pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). A decisão, do desembargador Abelardo Paulo da Matta Netto, foi publicada nesta quinta-feira (13). Paixão é o segundo preso na Operação Xavier, que consegue sair da cadeia. O primeiro foi o secretário de agricultura do município, Valmir Freitas, solto na quinta-feira (6) através de decisão do mesmo desembargador Abelardo da Matta Netto.

Pela decisão desta quinta, Tarcísio Paixão sai do presídio, mas terá de cumprir medidas cautelares. Entre as limitações, o vereador não poderá entrar na Câmara de Ilhéus e em outros prédios da gestão municipal, não poderá manter contato com outros investigados e testemunhas e terá de se recolher em casa no período noturno, entre outras obrigações.

Tarcísio Paixão, que presidiu a Câmara entre 2015 e 2016, foi preso na Operação Xavier. A ação investiga um esquema que envolveu fraude em licitações e lavagem de dinheiro na Câmara de Ilhéus entre 2011 e 2018. A Xavier é um desdobramento da Citrus, deflagrada em 2017.

Deixe uma resposta