Aston Villa vence jogo dos R$ 870 milhões e volta à Premier League.

Era playoff de segunda divisão inglesa, mas nenhuma outra partida do futebol mundial valerá tanto dinheiro em 2019. 

Nesta segunda (27), o Aston Villa bateu o Derby County por 2 a 1 em Wembley, voltou para a Premier League após ausência de dois anos e, por causa disso, terá R$ 870 milhões garantidos nos próximos 12 meses. 

A vitória aconteceu na partida na final do playoff pela terceira e última vaga no acesso. Na Inglaterra, três times sobem de divisão. Os dois primeiros colocados (Norwich e Sheffield United) garantiram a promoção de forma automática. Do 3º ao 6º colocado jogam em fases eliminatórias pelo direito de subir Este foi conquistado pelo Aston Villa. 

Estar na Premier League faz uma grande diferença esportiva. É a liga nacional que deu neste ano os dois finalistas da Champions League (Tottenham Hotspur e Liverpool) e os da Liga Europa (Chelsea e Arsenal). Mas a questão financeira é ainda mais compensadora.

A vitória sobre o Derby County dará ao Aston Villa um faturamento mínimo de R$ 870 milhões na próxima temporada, computados acordos comerciais, bilheteria e contratos de televisão. Se chegar à última rodada, em maio de 2020, fora da zona de rebaixamento, a arrecadação subirá para 340 milhões de euros (R$ 1,53 bilhão).

Se Liverpool ou Tottenham vencerem a final da Champions League, o mais importante e lucrativo torneio de clubes do planeta, no próximo sábado (1º), terão faturado cerca de 109 milhões de euros (R$ 492 milhões) no decorrer da competição.

Nenhum clube brasileiro fatura tanto. Pesquisa da empresa de marketing esportivo Sports Value, divulgada no início deste mês, aponta que o Palmeiras, time de maior arrecadação no país, obteve R$ 653,9 milhões em 2018.

O desespero para evitar a queda para a Championship (como é chamada a segunda divisão na Inglaterra) e perder o dinheiro da Premier League é tamanho que alguns clubes nos últimos anos fizeram contratações caras, de jogadores medalhões, e não souberam o que fazer quando o rebaixamento foi confirmado. Depois disso, entraram em dificuldades financeiras que, em alguns casos, permanecem até hoje. 

Foi o que aconteceu com Bolton, Queens Park Rangers, Sunderland, Portsmouth e Charlton, entre outros. 

Uma das imagens mais lembradas de investimentos desesperados, perdulários e desastrados é o do lateral português José Bosingwa, que estava no Chelsea e foi comprado pelo Queens Park Rangers. No jogo que selou a queda do QPR, ele foi flagrado pelas câmeras de TV saindo de campo sorrindo. 

O Aston Villa dominou a maior parte da partida, mas foi pressionado no final. El-Ghazi e McGinn marcaram para a equipe. Marriott descontou para o Derby.  

O resultado e o acesso fizeram o clube de Birmingham deixar o Nottingham Forest como único time campeão europeu (1979 e 1980) fora da divisão de elite do seu país. O Villa ganhou a antiga Copa da Europa, hoje chamada de Champions League, em 1982. No ano anterior, havia sido campeão nacional pela última vez. 

Bahia Notícias

Deixe uma resposta