Quantos minutos de caminhada por dia são necessários para perder barriga?

Atividade simples de realizar, de baixo impacto e custo zero, a caminhada é considerada um dos melhores exercícios para proteger o corpo contra doenças cardiovasculares, melhorar a capacidade respiratória, favorecer o bom funcionamento do intestino, ativar o metabolismo e, claro, perder peso.

A caminhada pode ser excelente aliada do emagrecimento e da diminuição da barriga, desde que a atividade faça parte de um estilo de vida saudável, com bons hábitos alimentares. Além disso, algumas “regras” devem ser obedecidas para que a atividade garanta resultados.

 

Como perder barriga com caminhada

Quanto tempo devo caminhar para perder barriga? A pergunta é comum e a resposta, bastante simples: quem deseja emagrecer caminhando precisa investir pelo menos 30 minutos por dia na atividade.

Estudos apontam que andar rápido por pelo menos meia hora todos os dias ajuda a manter o Índice de Massa Corporal (IMC) mais baixo e a cintura mais fina, eliminando gordurinhas localizadas na barriga.

Outro fator importante que deve ser levado em consideração é a velocidade da caminhada. Manter um ritmo mais veloz, que te faça suar, é essencial para a perda de peso. Andar lentamente faz bem para a saúde física e mental, mas não resulta em diminuição de números na balança.

Faça caminhadas vigorosas, sempre prestando atenção a outros aspectos essenciais, como movimentação dos braços conforme a pisada, contração do abdômen, estufamento do peito com corpo ereto e a manutenção das pontas dos pés sempre ligeiramente elevadas.

Para conseguir perder barriga com caminhada é crucial ainda manter frequência na atividade. O ideal é reservar um tempo todos os dias para o exercício, mas, se não for possível, caminhar de três a quatro vezes por semana já é considerada uma boa periodicidade.

Por fim, o alongamento antes e depois da caminhada não pode ser ignorado. A atividade deixa o exercício mais seguro e eficiente, reduzindo os riscos de lesões e de cãibras, além de contribuir para a agilidade do praticante.

Deixe uma resposta