Ex-BBB Anamara ganha processo contra boate por assédio

O ex-BBB Anamara Barreira, que participou das edições de 2010 e 2013 do reality show, vai receber R$ 12 mil como indenização por danos morais em um caso movido contra uma boate de Goiás. A decisão é da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, segundo informações do UOL.

De acordo com um comunicado feito pelo Tribunal de justiça de Goiás, Anamara afirmou ter sofrido assédio por parte de um dos clientes da Boate Woods, no dia 24 de agosto de 2014. Representantes do tribunal revelam que ouviram testemunhas que corroboraram com a versão da ex-BBB.

“Ela se envolveu numa discussão e foi conduzida por seguranças para uma sala isolada, onde sofreu agressão física”, diz a nota.

“A ex-BBB foi assediada por um homem alcoolizado, que insistiu para tirar uma foto com ela e tentou agarrá-la e começou a puxá-la pelo braço.

Anamara desvencilhou-se e retornou ao camarote, o que fez o homem a proferir palavras de baixo calão, iniciando uma nova discussão.

Desta vez, segundo ela contou, os seguranças se aproximaram e a conduziram para uma sala afastada ‘sob o argumento de que ela tinha causado confusão demais naquele dia'”, lê-se ainda no texto.

Depois da confusão, ela teria ficado presa em uma sala e, ao sair, recebido um murro nas costas, o que a fez cair. Anamara foi até uma delegacia e prestou queixa.

Ainda segundo o UOL, a defesa alegou no processo que “a sentença não possui conexão lógica com os documentos anexados e os depoimentos pessoais das testemunhas” e, também, que a ex-BBB não apresentou documentos ou exame do IML para comprovar a agressão.

NOTICIAS AO MINUTO

Deixe uma resposta