Professores da rede municipal fazem assembleia para discutir rumos da greve

“Há uma expectativa de que [representantes da prefeitura] chame amanhã de manhã e a gente apresente à proposta a tarde na assembleia”, disse a diretora da APLB

Os professores da rede municipal de Salvador farão uma assembleia para discutir os rumos da greve amanhã (30), quando vai completar 20 dias da paralisação.

“Há uma expectativa de que [representantes da prefeitura] chame amanhã de manhã e a gente apresente a proposta à tarde na assembleia. Não posso dizer se a greve termina ou se mantém amanhã, porque é uma decisão da categoria. Agora, acho que a prefeitura precisa sair da posição que está. Nós temos responsabilidade com os alunos, com a educação, não podemos ficar eternamente em greve”, disse a diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Bahia, Elza Melo, em entrevista ao Metro1.

Os docentes pedem à prefeitura aumento salarial de 6,8%, reajuste do auxílio-alimentação, mudança no nível dos docentes e eleição para gestor escolar, que deveria ter ocorrido desde o final do ano passado.

Metro1

Deixe uma resposta