Bahia é certificada por 75% da produção de algodão sustentável

Segundo maior produtor de algodão do país, a Bahia teve, recentemente, 75,6% do produto certificada como sustentável pelo Programa Algodão Brasileiro (ABR) da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa).

Para obter a certificação, as propriedades rurais devem comprovar excelência em boas práticas, como respeito aos trabalhadores no campo (cumprimento de normas de saúde e segurança) e preservação do meio ambiente. Parte desses critérios é fiscalizada também pelo Governo do Estado.

Nesta safra, um total de 191 mil hectares de área abrangendo 53 propriedades de agricultores foi certificado. Desde o início dos trabalhos do ABR, em 2011, houve uma evolução considerável, tendo a certificação dos produtores baianos passado de 21,1% para os atuais 75,69%. “Com os resultados favoráveis dos produtores diante do mercado consumidor, existe o interesse dos demais produtores em obter a certificação”, explica a coordenadora do Programa da área de sustentabilidade da Abapa, Bárbara Bonfim.

Com 100% da área certificada, a produtora rural Alessandra Zanotto, de Luís Eduardo Magalhães (BA), vê o programa como um suporte ao pontuar todos os itens para cumprimento das legislações e de outras questões ligadas à sustentabilidade. “Embora muitos itens não sejam uma exigência legal, o cumprimento na rotina vem colaborando para a adoção de boas práticas que melhoram a produtividade e o relacionamento com os nossos funcionários, fornecedores e clientes”, afirma.

Deixe uma resposta