Possível liminar para negar registro de candidatura de Lula perde apoio no TSE

A possibilidade de negar liminarmente o registro de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) começa a ser descartada até mesmo por magistrados que defenderam a ideia.

Segundo informações da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve conceder ao petista o prazo regulamentar para defesa da candidatura, depois do pedido do registro, em 15 de agosto.

“Podem criar todo tipo de incidente.

A criatividade dos advogados é infinita”, disse um dos integrantes da corte ouvidos pela coluna.

Para os magistrados, o processo garantiria que a decisão final não seja contestada, mesmo que cause alguma instabilidade no início da campanha.

Entretanto, ainda não há consenso sobre o que Lula poderia fazer no período de discussão do registro.

Deixe uma resposta