Militares embarcam neste sábado para apoiar eleição no Tocantins

Em razão da eleição suplementar convocadas para o governo do Tocantins neste domingo (3), o último grupo de militares que vai reforçar a segurança para garantir a segurança do estado embarcará no início da tarde de hoje (2) da Base Aérea de Brasília. Por determinação do Tribunal Regional Eleitoral de Tocantins (TRE-TO), um efetivo de 130 homens do Exército fará a segurança das aldeias indígenas nas cidades de Miracema do Tocantins, Tocantínea, Pedro Afonso, Formoso do Araguaia e Goiatins.

Mais de 1 milhão de eleitores são esperados para comparecer às urnas para escolher o governador interino que vai comandar o Palácio Araguaia até o fim do ano. Além de equipes do Exército nas aldeias indígenas, a segurança será feita por 1.290 policiais militares. A eleição foi convocada após o ex-governador Marcelo Miranda ser cassado por suspeita de caixa 2 na campanha eleitoral de 2014.

Ao todo sete candidatos estão concorrendo ao governo: Carlos Amastha (PSB), Katia Abreu (PDT), Marcos de Souza Costa (PRTB), Márlon Reis (Rede), Mauro Carlesse (PHS) e Vicentinho (PR). O candidato Mário Lúcio Avelar (PSOL) concorrerá sub judice, já que seu registro de candidatura aguarda uma decisão final. Os eleitos ficarão no cargo até 31 de dezembro. Em outubro, nas eleições gerais, os eleitores voltarão às urnas para eleger um novo nome para governar o estado de 2019 a 2022.

A expectativa do TRE é que o nome do novo governador seja conhecido em até cinco horas após o fechamento das urnas.

Eleições suplementares

Além do Tocantins, 20 municípios de nove estados também terão eleições. Ao todo, 1,5 milhão de eleitores devem participar dos pleitos. Em todos os locais, as novas eleições ocorrem em razão de decisões da Justiça Eleitoral que afastaram os mandatários anteriores dos cargos por indeferimento do registro de candidatura ou cassação do mandato.

Os municípios que terão novas eleições para prefeito e vice-prefeito são: Jeremoabo (BA), Pirapora do Bom Jesus, Bariri e Turmalina (SP), Umari, Tianguá, Frecheirinha e Santana do Cariri (CE), Teresópolis (RJ), Bom Jesus (RS), Niquelândia (GO), Vilhena (RO), Guanhães, Ipatinga e Pocrane (MG), João Câmara, Pedro Avelino, São José do Campestre, Parazinho e Galinhos (RN). Em todas as cidades, a votação também ocorrerá das 8h às 17h, no horário local. Agência Brasil

Deixe uma resposta