Diesel deverá ficar R$ 0,46 mais barato a partir de sexta-feira, diz ministro

Ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, deu a informação na quinta-feira (31), após uma reunião.

Deverá ser publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (1º) as regras que o governo adotará para assegurar que o preço do litro do diesel nos postos seja R$ 0,46 menor que o praticado em 21 de maio, quando começou a greve dos caminhoneiros. Quem garante é o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun. Ele deu a informação na quinta-feira (31), após uma reunião do grupo de ministros que monitora a greve da categoria e o reabastecimento de produtos pelo país.

De acordo com o ministro, o desconto valerá a partir do momento em que o posto for abastecido.

“O desconto será obrigatoriamente repassado. Se no dia 21 de maio, no posto de combustíveis, o caminhoneiro abasteceu um litro de diesel por R$ 3,46, por exemplo, obrigatoriamente, a partir do momento que o posto for abastecido, [o litro] terá de ser R$ 3,00. Terá que haver o desconto”, disse.

“Os postos de abastecimento de combustíveis terão que aficcionar uma placa onde constará o valor praticado em 21 de maio, o desconto e o preço atual. O desconto pode até ser maior que R$ 0,46, mas, no mínimo, terá que ser de R$ 0,46”, acrescentou.

De acordo com Carlos Marun, a redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel corresponde ao percentual incidente de PIS-Cofins e Cide sobre o combustível.

A redução no preço do diesel faz parte da proposta de acordo apresentada no último fim de semana pelo governo aos caminhoneiros.

A categoria está parada há dez dias e protesta contra o aumento no preço do diesel. bahia.ba

Deixe uma resposta