Tags Posts tagged with "Londres"

Londres

91

Após a vitória por 3 a 1 sobre o Japão, na manhã desta sexta-feira (10), o lateral-esquerdo Marcelo comentou a preparação da Seleção Brasileira iniciada nesta partida amistosa. O jogo aconteceu no Estádio Pierre Mauroy, em Lille, na França.

“A gente tem que só fazer bons jogos, melhorar e fazer o que o professor pedir”, afirmou em entrevista à Rede Globo.

Sobre o belo marcado, o segundo da partida, Marcelo disse que não foi o mais bonito da carreira, mas que ficou satisfeito por ter balançado as redes com camisa do Brasil. “Teve um que eu fiz no Real Madrid, mas fico feliz por ter feito o gol”, confessou.

O Brasil fará mais um jogo amistoso na próxima terça-feira (14). O time comandado pelo técnico Tite encara a Inglaterra, no Estádio de Wembley, em Londres, às 17h no horário da Bahia.

Bahia Notícias

110
Herdeiro do trono britânico fez visita ao centro de apoio destinado a acolher vítimas e abraçou mulher cujo marido está desaparecido desde a tragédia

príncipe William quebrou o protocolo real ao confortar uma mulher durante uma visita com sua avó, a rainha Elizabeth II, a um centro de apoio destinado a acolher vítimas e familiares que sofreram com o incêndio da Grenfell Tower, um dos maiores já registrados em Londres.

O príncipe repetiu o gesto de sua mãe, a princesa Diana, quem em visitas a hospitais infantis, há mais de duas décadas, costumava abraçar e pegar no colo as crianças internadas. De acordo com o protocolo da família real britânica, não é permitido tocar qualquer membro da realeza, o máximo autorizado é um aperto de mão.

O evento ocorreu na última sexta-feira. William abraçou Fátima Jafari, 78, que estava procurando desesperadamente por seu marido, Ali Yawara, de 82 anos, desaparecido após entrar em um dos elevadores do prédio para fugir do incêndio, nas primeiras horas da manhã da última quarta-feira.

Um amigo da família relatou ao jornal britânico The Mirror que um voluntário explicou ao príncipe o que se passava e este prometeu fazer tudo o que estava ao seu alcance para encontrar o marido de Fátima, ao que ela respondeu: “Eu não sou ninguém, mas a rainha e o futuro rei deste país vieram me ver. Eles se importam”.

De acordo com informações do jornal, a filha do casal, Maria, deixou o pai dormindo no 11º andar, enquanto ela e a mãe saíram para ver a gravidade do incêndio, porém, quando voltaram, as chamas já haviam engolido o seu apartamento.

Ainda de acordo com Maria, sua irmã, Nádia, ficou com seu pai. “Ela me disse que ela e meu pai ficaram presos no elevador no 10º andar. Ela não podia respirar por causa da fumaça. Alguém a levou e ela o perdeu.”

Maria relatou que a família está sendo bem atendida por voluntários no centro onde estão dormindo, porém, a sobrevivente ressaltou ao jornal sua revolta em relação às medidas de segurança que deveriam ter sido tomadas como forma de evitar a tragédia.

156

O elenco do filme de Han Solo, o segundo da saga espacial Star Wars, postou sua primeira foto nesta terça-feira, 21, após o começo das filmagens na segunda, 20, no estúdio Pinewood, em Londres.

Segundo a Disney, o longa-metragem irá narrar as histórias de Han Solo e Chewbacca nos eventos anteriores ao primeiro Star Wars, de 1977. Alden Ehrenreich (Ave, César!) substitui Harrison Ford como o jovem caçador de recompensas. Donald Glover (Atlanta) faz Lando Calrissian. Woody Harrelson, Emilia Clarke, Thandie Newton, Phoebe Waller-Bridge e Joonas Suotamo completam o elenco.

Foto: Disney
Han Solo

O elenco do filme de Han Solo, o segundo da saga espacial ‘Star Wars’.

O filme de Han Solo é o segundo “spin-off” de Star Wars nos cinemas. O primeiro é Rogue One: Uma história Star Wars, e conta a história de um grupo de rebeldes que roubou os planos para destruir a Estrela da Morte.

Estadão

109
Dono de nove medalhas de ouro olímpicas, três de cada uma das últimas três edições do Jogos, Usain Bolt está mesmo muito perto da aposentadoria. Nesta sexta-feira (14), ele participou de um programa matinal na televisão jamaicana e, entre uma brincadeira e outra, avisou que fará, em junho, sua última prova em seu país natal.”Eu definitivamente vou me aposentar depois do Mundial de Atletismo em Londres, que vai ser o meu último. O Racers Grand Prix vai ser minha última prova diante do povo da Jamaica, a última vez que vou correr na Jamaica”, contou.

O Racers é uma competição anual no Estádio Nacional de Kingston, capital jamaicana, disputada sempre em junho, em um dia só. Reúne majoritariamente atletas da Jamaica, mas também de outros países da América Central e dos Estados Unidos. Bolt, que é da equipe da Racers, correu lá este ano e venceu os 100m com 9s88.

O recordista mundial dos 100m e dos 200m não precisa participar do Campeonato Jamaicano do ano que vem porque já está automaticamente classificado para o Mundial do ano que vem, onde vai defender seus títulos. A competição no estádio olímpico de Londres vai de 5 a 13 de agosto.

Bahia Notícias

192

O tráfego de dados esperado para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro deverá ser quatro vezes maior que o registrado há quatro anos, em Londres, especialmente com o envio de fotos e vídeos.

É que, além do uso maior de equipamentos como tablets e smartphones, o hábito de muita gente mudou: atualmente, todos querem compartilhar instantaneamente suas experiências. “Hoje em dia, qualquer lugar que você vá a um evento esportivo ou a um show, nos primeiros minutos e durante grande parte deles, o pessoal está filmando e tirando fotos e se comunicando imediatamente; isso já está na cultura do proveito do evento poder realizar esse tipo de atividade”, disse o secretário de Telecomunicações do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Telecomunicações (MCTIC), André Borges, à Agência Brasil.

Enquanto em Londres foram transmitidos 60 gigabits (GB) de informações por segundo, no Rio de Janeiro o tráfego deve chegar a 240 GB por segundo. A expectativa do governo é que não haja problemas no uso das tecnologias de telefonia e internet móvel durante a Olimpíada. Segundo Borges, todos os investimentos previstos para serem feitos pelas operadoras foram realizados e as atividades de planejamento e execução foram concluídas no prazo. “A nossa expectativa é que tudo corra bem, com um bom padrão de normalidade e funcionamento com qualidade”. Segundo ele, foi feito um reforço das redes de transporte e de acesso para o aumento da capacidade de tráfego de dados.

Além disso, da mesma forma como foi feito durante a Copa do Mundo de 2014, as operadoras de telefonia instalaram infraestruturas temporárias móveis para reforçar o sinal em áreas externas, que serão desmontadas depois dos Jogos. Dentro dos locais de competição, as empresas compartilharam a infraestrutura de cabos e antenas para a oferta de telefonia e internet móvel.

Apesar da expectativa positiva do governo, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) prevê que o uso dos serviços de telecomunicações durante a Olimpíada pode apresentar problemas. A maior dificuldade, de acordo com o pesquisador em telecomunicações do Idec, Rafael Zanatta, será para acessar a tecnologia 4G. É que em parte da cidade o 4G não está disponível ou tem sinal muito fraco, o que faz com que o acesso à internet seja feito por meio do 3G, que é mais lento. “Isso pode ser especialmente problemático quando você tem uma grande concentração de pessoas em um mesmo local, como é o caso da Olimpíada. Além de não ter disponibilidade de rede 4G para aqueles que estão conectados, pode haver um congestionamento, um número muito grande de pessoas tentando compartilhar o sinal da mesma antena, o que a tecnologia não suporta”, explica Zanatta.

O especialista cita um estudo da empresa britânica de monitoramento e performance OpenSignal, que avaliou a oferta de internet móvel no Brasil, e aponta que, apesar dos investimentos feitos pelas operadoras de telefonia em cabos de fibras ópticas e antenas para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a disponibilidade e a velocidade da internet pela tecnologia 4G “deixam muito a desejar”. A análise mostrou que, em algumas regiões do Rio de Janeiro, o sinal de internet é fraco, o que pode trazer problemas quando houver grande concentração de pessoas. R7 Notícias